Vagas foram disponibilizadas perto das aulas iniciarem

Alunos e responsáveis tiveram um contratempo no inicio desse ano letivo na rede pública estadual em Montenegro. Diversas pessoas relataram que quando consultada a solicitação de matrícula no site da Secretaria da Educação do Estado havia problemas nas duas opções. Mais de 800 mil estudantes gaúchos voltaram às aulas nesta semana e, para a felicidade de alguns, esse transtorno terminou com um final bom.

No dia 13 de fevereiro, cinco dias antes de iniciar as aulas para os estudantes da rede pública estadual, Juliane Legorio, enfrentava um grande dilema. A empreendedora cadastrou o filho no site em duas escolas, e mesmo com o início do ano letivo chegando à resposta era “Não contemplado”.
Com medo de deixar o menino de 11 anos sem uma vaga, Juliane chegou a procurar ajuda nas redes sociais. “Eu ligava todos os dias para escola, e no último dia para início das aulas, me ligaram da escola dizendo que havia aberto uma nova turma”, conta. Segundo ela, no sistema onde fez a inscrição do aluno do 6° ano, ainda consta “não contemplado”. Agora, com a vaga garantida e o filho já indo para as aulas, o sentimento é de tranquilidade.
Caciane Karpinski passou pelo mesmo problema na hora de matricular a sua filha em uma escola estadual de Montenegro. A mãe inscreveu a pequena de 10 anos para o 5° de uma escola do seu bairro, esperou o tempo determinado pela resposta, e na data havia a mesma coisa “não contemplada”. Pasma, Caciane foi atrás da escola para resolver o problema. “Perto de iniciar as aulas fui direto na escola, e a surpresa é que tinha 3 vagas sobrando”, conta. A escola não soube dar nenhuma justificativa.

Em contato com a Secretaria da Educação do Estado, foi relatado que em virtude da greve, algumas escolas da rede estadual ainda estão concluindo o ano letivo de 2019, ou não informaram corretamente o número de vagas disponíveis para o ano letivo de 2020. A recomendação é que no caso de problemas para a efetivação de matriculas, os responsáveis devem procurar diretamente a escola de interesse para verificação de disponibilidade de vagas ou a respectiva Coordenadoria Regional de Educação.

Os estudantes que perderam todos os prazos para realizar a matrícula terão mais uma oportunidade: até o dia 31 de março, o gerenciamento das vagas será feito diretamente nas escolas da rede pública estadual.

Deixe seu comentário