Conscientização também é parte do projeto. FOTO: DIVULGAÇÃO

A escola municipal Oswaldo Aranha, de Triunfo, foi a primeira instituição de ensino gaúcha a receber o Plastritroque, projeto de conscientização ambiental da Braskem. A iniciativa visa incentivar estudantes a coletarem resíduos plásticos recicláveis; com a troca dos materiais por “plasticoins”, uma moeda que, no projeto, pode comprar kits de higiene. E foram dois tipos de kit’s disponíveis. O kit 1, com cinco produtos, “custou” 3 plasticoins; o equivalente a 900 gramas de plástico coletado.  Já o kit 2, com oito produtos, “custou” 5 plasticoins; o equivalente a 1,5 quilos de plástico.  A pesagem ocorreu na própria escola.

“Nós queremos fomentar a cadeia da reciclagem, mostrando que todos nós somos responsáveis pela destinação correta dos resíduos. Quanto mais cedo começa essa conscientização, melhor para o ambiente e para todos nós”, destaca o gerente de relações institucionais da Braskem no Rio Grande do Sul, Daniel Fleischer. Dentro do Plastritroque, também são distribuídas informações sobre a importância da coleta seletiva, da reciclagem e da destinação correta de resíduos. A empresa está alinhando a agenda do projeto para 2022; e ele irá contemplar, também, instituições de Montenegro e de Nova Santa Rita.

Deixe seu comentário