Equipe de profissionais da UBS Tio Mário, de Muda Boi redobrou os cuidados no atendimento durante a pandemia

Unidade atende cerca de 20 pacientes por dia com consultas e tirando dúvidas sobre saúde

Reaberta em setembro de 2019, a Unidade Básica de Saúde (UBS) Tio Mário, localizada na comunidade de Muda Boi, tem sido essencial para a população do interior de Montenegro neste período de pandemia. Além dos atendimentos diários, o posto de saúde tem papel fundamental na questão da informação, já que muitos moradores procuram o local para tirar dúvidas relacionadas ao coronavírus e também a outras doenças.

Como está localizada no interior do município, a unidade de Muda Boi não tem um movimento tão intenso quanto a UBS Centro, por exemplo. São cerca de 20 pacientes atendidos nos dias em que o posto de saúde está aberto – a UBS Muda Boi funciona nas segundas, quartas e quintas, enquanto a unidade de Santos Reis funciona nas terças e sextas.

A dona Célia Rio é uma das pacientes da UBS Muda Boi e destaca o atendimento recebido no posto de saúde. Mesmo fazendo parte do grupo de risco, ela garante não temer a infecção pelo novo coronavírus. “Venho com alguma frequência, e sou sempre bem atendida. Me sinto muito tranquila, não tenho medo. Até porque, com medo ou sem, a gente pode pegar (a Covid-19). Se a gente se cuidar, o resto é com Deus”, afirma.

As irmãs Ana e Elvira Zanotelli destacam o atendimento recebido no posto de saúde do interior

As irmãs Ana Zanotelli Piovesan, 74 anos, e Elvira Zanotelli, 80, também vão à unidade de saúde do interior com frequência. “Sei que o momento é complicado, mas não tenho medo. Tomo todos os cuidados necessários. Sempre fui muito bem atendida aqui (na UBS)”, enaltece Ana. “Os profissionais atendem a gente ‘com gosto’, por isso podemos confiar neles”, complementa Elvira.

O posto de saúde de Muda Boi tem adotado uma série de medidas preventivas durante a pandemia. Todos os pacientes que chegam à unidade são acolhidos e levados para lavar as mãos. É proibida a entrada no local sem máscara. No início da pandemia, os profissionais explicavam aos pacientes todas as informações relacionadas ao vírus, principalmente sobre as medidas de prevenção.

Em cinco oportunidades até a metade de junho, a UBS Muda Boi aplicou a vacina da gripe. “A procura foi bem grande. Muitos idosos chegavam e diziam que estavam fazendo a vacina pela primeira vez. Percebo que no interior o pessoal está se cuidando mais”, relata a enfermeira Maria Nadir Moreira.

Unidade Básica de Saúde (UBS) Tio Mário fica localizada na comunidade de Muda Boi

“As pessoas estão relaxando aos poucos”, observa médica
Apesar de a UBS e os profissionais seguirem todos os protocolos à risca, uma parte da população não está levando a sério o distanciamento social. Mesmo que o movimento esteja estável no posto de saúde, o relaxamento é uma questão que preocupa a médica Júlia Lorenz, que atende na unidade de Muda Boi e também no em Santos Reis. “As pessoas estão relaxando aos poucos e voltando à rotina normal. Sempre reforçamos para manter o isolamento neste período”, declara.

Devido à rotina rural de muitos moradores do interior, a médica constata que a maior procura na UBS é de pacientes com problemas alérgicos. “O movimento relacionado à síndrome gripal aumentou um pouco, mas tem muito mais procura por causa de alergias e água contaminada. Além disso, atendemos muitos pacientes com doenças renais, hipertensão e diabetes”, observa.

Júlia Lorenz entende que muitos pacientes estão preocupados com o avanço da Covid-19, mas percebe que inúmeras pessoas procuram a unidade de saúde mesmo sem apresentar sintomas característicos da doença. “Essa demanda aumentou um pouco, porém, isso tem ocorrido mais pela ansiedade das pessoas. Inclusive, pedimos para as pessoas virem ao posto só em casos mais acentuados”, acrescenta a médica.

Deixe seu comentário