A pintura interna e externa do quartel já foi concluída. Parte hidráulica, elétrica e arremates estão sendo feitos

Com cerca de 70% da obra concluída, servidores terão mais conforto para desempenhar tarefas

As cores vibrantes da pintura externa do quartel do Corpo de Bombeiros de Montenegro chama a atenção de quem passa pela frente do local. Contudo, não é só a parte de fora que está de cara nova. O prédio passa por um amplo projeto de melhorias, a primeira grande reforma desde que foi inaugurado, na década de 1980. As mudanças prometem dar mais conforto e assegurar a disposição dos servidores que chegam a ficar 24 horas no local.

O sargento Orlando da Silva mostrou as melhorias ao comandante da 1ª Companhia, Deoclides Silva da Rosa

A reforma começou no mês de outubro do ano passado, custeada com recursos públicos. Atualmente cerca de 70% da obra já foi concretizada. O problema mora nos detalhes, ainda faltam muitos arremates a serem feitos. Com isso, o prazo para conclusão, que é de 120 dias, poderá sofrer alterações. Até agora, foram concluídas a parte da pintura, interna e externa, a reforma dos banheiros e salas do segundo andar do prédio. Todo o piso foi trocado, assim como o forro e luminárias, em algumas instalações. Reparos na parte elétrica e hidráulica estão em andamento.

Nesta quinta-feira, 21, o comandante da 1ª Cia do 2º Batalhão do Corpo de Bombeiros, ao qual o quartel de Montenegro pertence, Deoclides Silva da Rosa, veio a cidade conferir o resultado do que foi feito até o momento. “Essa reforma é de grande importância e já deveria ter sido realizada há mais tempo”, comenta.

Antigos dormitórios já tiveram suas reformas concluídas

Para o sargento Orlando da Silva, responsável pelo comando da unidade, a reforma trará resultados importantes para o desenvolvimento do trabalho dos bombeiros. “Muda muito. Dá uma sensação de prazer para quem trabalha aqui, e aumenta o espaço para desempenho das tarefas”.

A opinião de quem irá usufruir das mudanças
O comandante Deoclides enfatiza que a eficiência das atividades está ligada às condições de trabalho oferecidas aos servidores. “É preciso ter equipamentos adequados e um quartel que atenda às demandas dos bombeiros. Eles precisam estar descansados para melhor atender às ocorrências”, defende.

Os banheiros do segundo andar foram renovados

O conforto no quartel está prestes a aumentar. Isso porque a sala de operações será transferida para o segundo andar do prédio. O soldado Luís sublinha que, além das atividades de atendimento à população, os servidores realizam funções administrativas, o que requer um ambiente com boas condições para estada. “Passamos 24 horas aqui dentro, temos que ter o mínimo de conforto”.

Luís está na corporação há sete anos. Ele conhece bem a história e a fama do local. “Esse quartel já foi referência para o Estado, já serviu de escola”, lembra. Assim como os comandantes, o soldado espera ver o quartel retomar sua importância para a região e quem sabe voltar a receber cursos de capacitação, como o voltado aos empresários que precisam ter conhecimento sobre os Planos de Prevenção de Incêndios (PPCIs). Mas isso, é um assunto para o futuro, depois que a obra for 100% concluída.

Cores vibrantes da nova pintura chamam atenção

1 comentário

Deixe seu comentário