Reunião virtual foi realizada entre o secretário Covatti Filho e entidades copromotoras. Foto: Emerson Foguinho / Seapdr

O secretário da Agricultura do Rio Grande do Sul, Covatti Filho, apresentou segunda-feira, 24, um planejamento inicial para realização da Expointer Digital. A proposta para a edição 2020 será avaliada pelas seis entidades copromotoras do maior feira agrícola a céu aberto da América Latina. O diálogo está aberto para ajustes que viabilizem os ganhos de todos setores ligados à feira: tecnologia, inovação, agricultura familiar e pecuária. Somente depois de tudo alinhavado que as formas de participação, como canais de acesso virtual, serão divulgadas.

“Não podemos simplesmente cancelar um evento que rendeu R$ 2,7 bilhões em vendas no ano passado”, avalia o secretário. A pasta sugere acompanhar as tendências tecnológicas, além de unir esforços para que todos os setores envolvidos sejam contemplados na primeira Expointer Digital.

Participaram do encontro virtual representantes do Sindicato das Indústrias de Máquinas e Implementos Agrícolas no Rio Grande do Sul (Simers), Federação Brasileira das Associações de Criadores de Animais de Raça (Febrac), Federação dos Trabalhadores na Agricultura (Fetag), Federação da Agricultura do Estado (Farsul) e do Sistema Ocergs. Também membros da Prefeitura de Esteio, que trouxeram a lembrança que o Parque de Exposições Assis Brasil completa 50 anos neste sábado, 29.

Expointer é a maior feira agrícola a céu aberto na América. Foto: Arquivo Jornal Ibiá

Em julho, as entidades copromotoras da Expointer 2020, em comum acordo com a Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), decidiram cancelar o evento de 2020, ao menos nos moldes tradicionais de uma verdadeira festa. Ela deveria ocorrer no próximo mês de setembro, mas não poderia ser realizada em meio a pandemia do novo coronavírus.

Deixe seu comentário