Lica conversou com o candidato sobre serviços e obras públicas. Tema foi sorteado

KADU Müller é o terceiro convidado do quadro especial do Ibiá

Atual prefeito de Montenegro, o candidato Kadu Müller, do PP, foi o convidado dessa semana no quadro “Pronto. Falei!” especial das eleições. O prefeiturável foi convidado a falar sobre serviços e obras públicas, tema que foi sorteado momentos antes do programa. Kadu, que busca mais quatro anos à frente do Município junto da coligação “Voa Montenegro” destacou como tem sido sua atuação no Executivo nesses últimos anos e apontou que, em termo de obras e serviços, não fará grandes promessas, trabalhando com prioridades e fazendo gestão. “Nós estamos saindo de um ano de pandemia. Promessas levianas, politiqueiras, não vamos fazer”, colocou.

Mostrar as ideias e os projetos de governo dos candidatos à Prefeitura de Montenegro é justamente o objetivo do “Pronto. Falei!”. Apresentado pela diretora do Jornal Ibiá, Maria Luiza Szulczewski, a Lica, o bate-papo com Kadu ocorreu na tarde desta quinta-feira, dia 22, e foi transmitido ao vivo pelo Facebook direto do corredor de entrada da Biblioteca Pública Municipal Hélio Alves de Oliveira. Em 2012, iniciaram tratativas para uma reforma do local que, até hoje, não foi entregue.

Segundo Lica, não havia lugar mais ideal para um programa em que um dos focos eram as obras públicas. E o candidato foi levado a falar sobre o caso e toda a demora para a liberação. “Eu fui o prefeito que teve a coragem de resgatar o projeto, revitalizar ele e realizar a obra”, destacou o prefeiturável. Ele reiterou que a obra já está finalizada, mas que ainda tranca na parte de execução do Plano de Prevenção contra Incêndios (PPCI) que precisa englobar não só a biblioteca, mas todo o complexo da Fundarte. “São burocracias administrativas que têm que ser respeitadas”, afirmou Kadu.

Dizendo ser um desafio seu devolver a biblioteca para a comunidade, o atual prefeito, que assumiu a Prefeitura após o impeachment de Luís Américo Aldana em 2017, também destacou reforma já iniciada no Ginásio Domingão, que há anos está fechado para atividades esportivas. “Nós queremos entregar ele na íntegra”, prometeu. Sobre obras que se estendem por muito tempo, o candidato fez uma analogia à reforma de uma casa que, quando após iniciada, tende a fazer aparecer novas demandas por consertos. Ele aponta que, na Administração Pública, a necessidade desses novos ajustes demanda aditivos de contrato, análises técnicas e, praticamente, uma nova licitação. “Tudo isso, faz com que exista um entrave burocrático para acontecer”, pontuou. Para o candidato, outro problema das obras públicas é o critério de “menor preço” dos processos licitatórios que, não priorizando a qualidade, acarretam em contratos como o da obra dos banheiros novos do Centenário, que demorou muito e ainda foi entregue com alguns problemas.

Atual prefeito, Kadu Müller destacou iniciativas que colocou em prática em seus três anos de governo

Limpeza, saneamento e, sim, o Centenário
Sobre a limpeza, a capina e a varrição da cidade, Kadu Müller disse que, para 2020, vinha preparando uma estrutura maior para atender o Município; contando com a equipe da secretaria de Viação e Serviços Urbanos e a mão de obra proveniente de convênio com a Susepe e seus apenados. Mas com a pandemia, o pessoal proveniente do sistema prisional foi dispensado. “E somente com os profissionais da Administração, que é um grupo muito restrito para uma cidade com o tamanho de Montenegro, a gente acaba pecando com a limpeza”, justificou o prefeito. Por outro lado, o candidato garantiu que investiu mais do que estava previsto no orçamento do ano na área. “Não deu um resultado efetivo, mas temos planejamento para, sim, ter uma cidade mais limpa”, prometeu.

Lica questionou o prefeiturável sobre o tratamento de esgoto da cidade e o contrato já existente com a Corsan para que o serviço começasse a ser ofertado. O candidato contou que, no atual mandato, aprovou projeto para permitir que a Companhia captasse recursos para efetivar uma estação de tratamento de efluentes; e disse que a estatal ainda está dentro do prazo contratado. “Temos uma fiscalização”, garantiu, sobre o acompanhamento do projeto.

Ainda na linha do saneamento, Lica provocou o convidado, questionando se valia, com ele, a premissa de que ‘político não faz obra de saneamento porque elas ficam debaixo da terra’. Kadu respondeu que não, citando o recente trabalho de limpeza e desassoreamento dos arroios de Montenegro e obras, como a troca de tubulação na rua Menino Deus, do bairro Ferroviário. “As máquinas do Município trabalharam muito forte. (Na última enxurrada) a água acumulou, mas não ficou estagnada. Correu, porque os arroios foram limpos”, colocou, apontando ter resolvido o problema de alagamentos em muitas localidades.

O candidato também falou sobre a Guarda Municipal e recentes críticas aos altos gastos com a corporação e a compra de uma camionete para uso dos servidores. Kadu defendeu o investimento e disse que trabalha com convênio de treinamento junto da Brigada Militar para que a Guarda passe a também fiscalizar o trânsito da cidade. Destacou ainda que o grupo acompanha o Conselho Tutelar e a Defesa Civil e faz a segurança de eventos do Município. A proposta dele é ampliar o quadro e aumentar as atribuições dos guardas.

Focado em ações do atual governo, o convidado lembrou do asfaltamento de ruas do Morro Bela Vista e de vias nos bairros Aeroclube e São Paulo. Foi como respondeu à críticas quanto ao asfaltamento das ruas Assis Brasil e Doutor Flores, no Centro, que foram questionadas quanto a priorização em detrimento de outros pontos. “Várias ruas foram asfaltadas”, pontuou, apontando que a Assis Brasil oferece novo acesso ao Hospital Montenegro e que a Doutor Flores era demanda de anos dos moradores.

Sobre o Parque Centenário, o prefeito disse que, se não fosse a pandemia neste ano, ele já estaria revitalizado. O candidato apontou que tem projeto já aprovado junto a Caixa Econômica Federal para a construção de uma pista multifuncional para caminhadas, skatistas, ciclistas e que pode ser utilizada, inclusive, por cadeirantes. Kadu ainda prometeu ampliação do espaço de convivência e, ampliando o assunto para as demais praças e parques de Montenegro, disse que vai oferecer mais recursos e investimentos.

Deixe seu comentário