Em Montenegro, praça inclusiva terá local terá playgrounds com brinquedos acessíveis e sensoriais, como balanço para cadeirantes, gangorra, domo scandere, cavalo de mola, gira-gira, balanços, túnel, entre outros. Foto: Divulgação Acom

Projetos desenvolvidos pelas Prefeituras de Montenegro, Brochier e São José do Sul estão entre os contemplados no programa Avançar no Turismo. O anúncio foi feito pelo governador Eduardo Leite na tarde de terça-feira, dia 18. Para todo o Estado, o aporte é de R$ 131 milhões em investimentos para o seguimento.

Segundo Zanatta, praça visa trazer qualidade de vida para a população montenegrina. Foto: Divulgação Acom

Em Montenegro, a proposta contemplada é a de construção de uma praça inclusiva no Parque Centenário. O projeto tem valor total de R$ 768.670,91, sendo R$ 595.719,95 oriundos do Estado e R$ 172.950,96 de contrapartida da Prefeitura. A ideia é que a praça inclusiva seja construída dentro da reformulação do Parque Centenário. O projeto idealiza um espaço em tons de azul, que desperta a calma e maior equilíbrio em crianças autistas, além de trazer brinquedos totalmente inclusivos, adaptados para cadeirantes e crianças com mobilidade reduzida. O planejamento do espaço conta com rampas de acesso, guarda-corpo metálico e piso tátil, incluindo piso de borracha nos playgrounds, tornando o espaço acessível e evitando lesões graves em caso de quedas.

Segundo o secretário municipal de Gestão e Planejamento, Rafael Cruz, o local terá playgrounds com brinquedos acessíveis e sensoriais, como balanço para cadeirantes, gangorra, domo scandere, cavalo de mola, gira-gira, balanços, túnel, entre outros. “É uma conquista importante para a comunidade, mas principalmente para as crianças autistas e com problemas de mobilidade”, enfatiza o secretário. Segundo o prefeito, Gustavo Zanatta, a habilitação da cidade no programa é o resultado de um trabalho sério que é desenvolvido na busca de recursos do Estado e da União. “A Praça da Inclusão é um exemplo de projeto que visa trazer qualidade de vida para a população montenegrina”, enfatiza o chefe do executivo.

Para Brochier, foram destinados recursos para a revitalização da praça de Linha Pinheiro Machado. O projeto tem valor total de R$ 253.178,45, sendo R$ 215 mil oriundos do Estado e R$ 38.178,45 de contrapartida do Executivo brochiense. Segundo o prefeito Clauro Josir de Carvalho, o projeto prevê melhorias na iluminação e no calçamento, bem como instalação de brinquedos, bancos e mesinhas.

Também há a previsão de instalação de uma faixa de pedestres elevada. Clauro salienta, ainda, as metas de instalar no local um chimarródromo e de colocar os banheiros em funcionamento. O prefeito brochiense destaca que a revitalização deve trazer mais movimento aos comércios de seu entorno, conciliando um espaço de lazer com a atração turística.

Pórtico, que é o principal acesso para o centro de São José do Sul, terá primeira reforma em 12 anos. Foto: Arquivo Ibiá

A proposta contemplada de São José do Sul prevê um investimento total de R$ 220.000,00 para reforma e revitalização do pórtico de acesso da cidade. Os recursos estão divididos em aporte de R$ 176 mil do Estado e contrapartida da Prefeitura no valor de R$ 44 mil. “Nosso portal já tem mais de 12 anos de construção e será a primeira reforma. Além disso, vamos revitalizar o entorno dele”, explica a prefeita Juliane Maria Bender, a Juli, sobre o projeto.

Outras cidades do Vale do Caí contempladas

 Além de São José do Sul, Montenegro e Brochier, outras cinco cidades do Vale do Caí também foram contempladas no Avançar no Turismo. Para Barão, um projeto de iluminação de ciclovia receberá investimento de R$ 278.835,05, sendo R$ 214.488,50 do Estado e contrapartida de R$ 64.346,55. Em Harmonia, serão investidos R$ 400.764,54 – R$ 320.611,63 do Estado e R$ 80.152,91 da Prefeitura – em pórticos.

A maior destinação de recursos no Vale do Caí será para São Vendelino. A obra de pavimentação da estrada da Piedade receberá investimento total de R$ 1.343.186,75, sendo R$ 1.074.549,39 do Estado e contrapartida da Prefeitura de R$ 268.637,36. Já em São Pedro da Serra a construção de Centro de Cidadania demandará R$ 897.916,80, sendo R$ 400 mil oriundos do Estado e R$ 497.916,80 de contrapartida. Por fim, Tupandi terá R$ 193.593,97 para a revitalização do centro de eventos do Município. Por parte do Estado o investimento será de R$ 135.493,97. Já a contrapartida é de R$ 58.100,00.

Deixe seu comentário