Fotos:assessoria de comunicação Cufa/Goiás

Foi lançado nesta terça-feira, 11, no auditório do Tribunal do Júri do Fórum da cidade de Senador Canedo, no estado de Goiás, o projeto Maria e João sem Violência. O lançamento contou com a presença dos coordenadores do projeto em Montenegro, o jornalista e sociólogo, Rogério Santos e a assistente social, Carliane Pinheiro, a Kaká, que contribuíram para a implantação do projeto na cidade goiana.

Segundo Rogério, o projeto tem o objetivo de acolher homens autores e mulheres vítimas de violência, e diminuir a violência de gênero. Maria e João sem Violência é coordenado por uma equipe formada por uma assistente social, uma psicóloga e um sociólogo. Em Montenegro o projeto tem parceria com o Poder Judiciário e apoio da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (DEAM), Ministério Público e Prefeitura Municipal.

João e Maria sem Violência busca estimular formas de socialização não violenta e de resolução de conflitos através do diálogo. “Apresentamos o funcionamento do projeto e falamos sobre o relacionamento com a rede de atendimento de Montenegro. O projeto inicia na cidade de Senador Canedo e deve ser propaga para outros municípios de Goiás”, conta Rogério.

Deixe seu comentário