Defensores da proposta foram ao plenário e saíram decepcionados

Por cinco votos a três, a Câmara de Vereadores de Montenegro reprovou na sessão desta quinta-feira, dia 14, o projeto de lei que proibia uso de fogos com estampido. Apenas o autor da proposta, vereador Talis Ferreira (PR), acompanhado pelas vereadoras Rose Almeida e Josi Paz, ambas do PSB, votaram a favor.

A proposta havia sido protocolada na semana passada e recebeu parecer favorável da Comissão Geral de Pareceres (CGP) nesta terça-feira, dia 12. Durante os pronunciamentos em tribuna, as teses contrárias argumentavam que a Prefeitura não teria capacidade para fiscalizar o uso deste tipo de artefato.

A rejeição decepcionou os inúmeros defensores dos animais, além de pessoas que vêem outros benefícios no uso de fogos silenciosos. Votaram contra os vereadores Érico Velten (PDT), Valdeci Alves de Castro (PSB), Juarez Vieira da Silva (PTB), Neri de Mello Pena (PTB) e Felipe Kinn da Silva (MDB). O vereador Joel Kerber (PP) não participou por estar em Brasília e o presidente da Mesa, Cristiano Von Braatz (MDB), não vota projetos.

Deixe seu comentário