Três escolas receberão nas próximas semanas os baús cheios de materiais, como minibiblioteca. FOTO: Divulgação

Aprender brincando: essa é a missão do projeto “Baú das Artes”, que chega a Triunfo para formar 33 educadores da rede pública de ensino. A ação tem como objetivo desenvolver, com o uso de ferramentas ludopedagógicas, habilidades manuais e emocionais, formas de expressão, criatividade e socialização. No Município, serão beneficiadas 436 crianças, de 5 a 10 anos, das séries iniciais do Ensino Fundamental. A iniciativa é patrocinada pela Oxiteno e executada pela Evoluir, em parceria com a secretaria municipal de Educação de Triunfo.

O projeto pedagógico do “Baú das Artes” é organizado a partir dos temas dos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN), estabelecidos pelo Ministério da Educação (MEC), como Meio Ambiente, Trabalho e Consumo, Sexualidade, Ética, Saúde e Pluralidade Cultural. Todo o conteúdo dos baús segue os princípios da Aprendizagem Baseada em Projetos (ABP), que busca envolver a criança em um ambiente de investigação e busca por solução de problemas, tornando-a protagonista de seu processo de aprendizagem e desenvolvimento.
Devido à pandemia do novo coronavírus, que o mundo vem enfrentando desde dezembro de 2019, o projeto teve que se adaptar e a Oxiteno não poupou esforços para dar continuidade à capacitação dos professores, mesmo à distância. A primeira etapa das atividades, antes feita de maneira presencial, teve início no começo do segundo semestre de 2020, com a preparação dos educadores de maneira virtual.

O projeto é dividido em cinco principais etapas – acolhida tecnológica, doação do acervo, formação dos educadores, celebração e certificação dos participantes e avaliação – e foi adaptado para o ambiente online, por conta da pandemia do novo coronavírus. Neste momento, os educadores estão recebendo os baús com os materiais e, na sequência, terá início o curso de formação continuada dos profissionais, que contará com três módulos, de agosto a novembro.

Nas próximas semanas, será feita a entrega dos baús nas três escolas participantes e os alunos poderão ter contato com o material assim que as aulas presenciais na região forem retomadas. Os baús são entregues recheados de materiais, como itens de teatro, objetos de jardinagem, higiene, esporte, alimentação e uma minibiblioteca com mais de 300 livros da ONG Evoluir e de editoras parceiras.

Deixe seu comentário