Lançamento dos programas Investe Turismo e +Turismo.RS ocorreu no Salão Alberto Pasqualini, no Palácio Piratini. Foto: Gustavo Mansur/ Palácio Piratini

Montenegro será uma das cidades visitadas durante roteiro itinerante.

Foram lançados pelo governo do Estado na tarde de quarta-feira, 31, no Palácio Piratini os programas Investe Turismo e +Turismo. O objetivo é impulsionar o potencial turístico do Estado. A partir do dia 15 de agosto, a equipe técnica visitará representantes do setor público e privado de uma cidade em cada uma das 27 regiões turísticas do Rio Grande do Sul, uma delas será Montenegro. Já o programa Investe Turismo é de âmbito nacional e aportará R$ 2,6 milhões para 12 cidades gaúchas, mas nenhuma delas é integrante do Vale do Caí.

O +Turismo.RS é uma parceria entre a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico e Turismo, o Ministério do Turismo, o Sebrae, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), o Badesul – Agência de Fomento e o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE). O programa, de caráter itinerante, oferecerá apoio técnico aos municípios selecionados interessados em aprimorar a estrutura para atrair turistas. A intenção do programa é facilitar a adesão a linhas de crédito dos bancos de fomento, com juros facilitados de 7% a 10% ao ano, prazo de 20 anos para quitação e carência de até quatro anos.

O governador Eduardo Leite lembrou a importância do trabalho e da dedicação da iniciativa privada que, sem depender exclusivamente de incentivos governamentais, se esforça para gerar riquezas em cada uma das regiões turísticas. “Queremos potencializar a vocação turística já existente. Com o apoio dos bancos de fomento e do Sebrae, serão elaborados projetos que identificam equipamentos culturais e urbanos que ajudarão a alavancar a exploração turística da localidade e, assim, viabilizar financiamentos”, explicou. O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, também esteve presente.

Deixe seu comentário