Foto: Divulgação Cpers 5º Núcleo

Em greve há quase duas semanas, professores da rede estadual de ensino realizaram, na tarde desta sexta-feira, 29, uma caminhada e um chimarrão pedagógico, organizada pela Escola Jorge Guilherme Moojen e apoiada pelo Cpers 5º Núcleo. Com frase como “Quem trabalha quer salário” e “Unidos pela educação”, dezenas de educadores e estudantes caminharam pelo centro da cidade em protesto as reformas propostas pelo governador Eduardo Leite no serviço público.

A concentração teve início em frente à Chocolândia, entre as ruas Ramiro Barcelos e Santos Dumont, de onde os manifestantes caminharam até a Praça Rui Barbosa. Pelo caminho, distribuíram panfletos para a comunidade, com o objetivo de pedir a compreensão e apoio ao movimento. “Esse foi mais um momento onde buscamos sensibilizar a sociedade mostrando que a greve é forte e que não estamos em casa sem fazer nada esperando o governo Leite recuar”, explicou a diretora geral do 5° Núcleo do Cpers, Juliana Kussler. “Estamos nas ruas exigindo nossa dignidade de volta”, enfatizou.

Deixe seu comentário