O Programa Educacional de Resistência às Drogas, o Proerd, formou mais uma turma em Montenegro nesta tarde do dia 12. Reunidos no CTG Os Lanceiros, 151 alunos de sete turmas das escolas Cinco de Maio, Adelaide Sá Brito, José Garibaldi e Tanac se formaram como conscientes cidadãos, preparados para decisões mais instruídas sobre o perigo do uso de drogas.

Quem conduziu todo o trabalho nas escolas durante o ano foi a soldado Daiane da Silva. Trabalhando com os jovens na faixa dos oito aos quinze anos de idade, ela disse que abrir o diálogo é um desafio. “Muitos já vem com uma história triste de experiências na família com o uso ou com o tráfico. A gente busca falar para eles nunca experimentarem ou aceitarem. As pessoas falam no uso de drogas para fugir dos problemas, então a gente traz para eles encararem a vida de frente e sempre buscarem outras alternativas”, destacou, orgulhosa de seus pequenos formandos.

Medalhas foram entregues para as sete melhores redações

A grande maioria levou a família à formatura. Animados, os jovens vestiam orgulhosos a camiseta do Programa, que é um esforço coletivo da Brigada Militar, das escolas e das famílias. Além da distribuição dos certificados, houve sorteio de brindes e de uma bicicleta. Sete alunos, ainda, receberam medalhas como as melhores redações feitas sobre os aprendizados angariados com o Proerd. Os alunos Elana Winter Augustin, Gabriela Vargas de Oliveira, Micael Oliveira da Silva, Bibiana Fortuna, Nicolas Rosa, Natália de Vargas e Samara Pedroso ganharam o reconhecimento.

Deixe seu comentário