Segundo informações do Sindicato da Alimentação de Montenegro, um princípio de incêndio e o vazamento de amônia em um dos setores da empresa JBS gerou transtornos ao longo da noite dessa quinta-feira, 7.

O escape do produto já está sob controle, diz o coordenador da secretaria de saúde do Sindicato, Daniel Bilheri. Contudo, o setor onde ocorreu o incidente continua isolado, assim como os vestiários e outras repartições da empresa.

Conforme Daniel, não há informações de que algum funcionário tenha passado mal em decorrência do incidente. “Não recebemos nenhuma reclamação. Estive olhando a área, está tudo controlado”, afirma.

Até o momento, as causas do sinistro e se há alguma ligação entre este fato e o vazamento de amônia não foram confirmadas. O representante do sindicato lembra que há pouco tempo houve outro escapamento da mesma substância.

Com a interdição dos vestiários, os funcionários que chegam para troca de turno são conduzidos para o refeitório, enquanto aguardam pela redistribuição de atividades.

Informações extraoficiais dão conta de que, dos trabalhadores do turno da madrugada, apenas quatro teriam sido liberados para ir para casa. Os demais continuariam na empresa, mesmo após a mudança de turno. A informação não é confirmada pelo sindicato.

A reportagem entrou em contato com representantes da JBS, que encaminharam o assunto para ser tratado via assessoria de comunicação da empresa. Até o momento, não houve retorno.

Deixe seu comentário