ARTE: ASUN

A rede de supermercados Asun vai inaugurar sua primeira unidade em Montenegro em 2021. O investimento foi confirmado pela direção da empresa em reunião com a Prefeitura e já tem endereço certo: o local do antigo prédio da fundição da Hädrich, entre as ruas Capitão Porfírio e Capitão Cruz, no centro. A edificação – fechada em 2017 – começou a ser demolida no fim da última semana já para o empreendimento.

32ª loja do Asun no Estado, a unidade terá cerca de dois mil metros quadrados e será construída com sistema de energia próprio, refrigeração alimentada por glicol, dez terminais de autoatendimento e estacionamento para 90 veículos. A expectativa, segunda a assessoria de comunicação da Prefeitura, é pela geração de 80 empregos diretos; e processos seletivos devem iniciar logo, priorizando moradores do Município. O valor investido não foi divulgado.

O Asun já tem mais de 50 anos de existência. Começou como um pequeno estabelecimento comercial em Porto Alegre em 1964 e migrou, em 75, para a praia de Quintão, no Litoral gaúcho. Hoje com sede em Gravataí, vem focando na expansão, tendo recém anunciado, também nesta semana, sua 31ª loja no distrito de Águas Claras, em Viamão. Por lá, o investimento será de R$ 3 milhões.

A rede chega em Montenegro num local que marcou parte da história de muito montenegrino. A Hädrich Indústria e Comércio, conhecida no Brasil e no exterior como a empresa das Panelas da Vovó, teve uma trajetória de 122 anos desde sua fundação em 1895 pelo imigrante Luiz Hädrich. Chegou a fabricar, nesse meio tempo, ferramentas e implementos agrícolas até que as panelas foram ganhando espaço. A empresa chegou a ser a maior fabricante do produto no Estado, mas veio a encerrar as atividades em 2017 num período de entrada de produtos estrangeiros no mercado e da falta de recursos para modernização da linha.

A vinda do Asun conta com parceria da empresa Ravena, que segundo o prefeito Kadu Müller, fez a aquisição do local. Em transmissão no Facebook, ele comemorou a notícia. “Nós estamos vendo investidores vindo para Montenegro porque acreditam que aqui tem um potencial muito grande. É uma cidade pólo da região e que tem uma estrutura muito forte em termos de emprego, renda, desenvolvimento e material humano”, destacou.

Deixe seu comentário