PRF estima que drogas e armas tenham valor somado de R$ 8 milhões. Foto: Divulgação/PRF
Pasta base de cocaína e pistolas estavam em compartimento na cabine do caminhão. Foto: Divulgação/PRF

Na tarde deste sábado, dia 9, na BR-386, em Montenegro, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu 20 pistolas e 62 quilos de pasta base de cocaína escondidos em uma carreta. A ação foi realizada com a participação do serviço de inteligência da instituição. Estima-se que a apreensão esteja avaliada em R$ 8 milhões.

A apreensão ocorreu enquanto policiais rodoviários federais monitoravam a BR-386 na busca por uma carreta Volvo, de Chapecó, Santa Catarina, que estaria sendo utilizada para o transporte de ilícitos de uma organização criminosa. Eles visualizaram e interceptaram o veículo, onde o motorista viajava sozinho.

O homem disse aos policiais que transportava farelo de milho do Paraná para o Rio Grande do Sul, e apresentou a respectiva nota fiscal. Não satisfeitos com as informações, os agentes realizaram uma revista minuciosa.

Na parte interna da cabine, descobriram um compartimento secreto onde havia drogas e armas. Eram 62 quilos de pasta base de cocaína, 20 pistolas argentinas da marca Bersa e 40 carregadores.

PRF solicitará repasse das armas apreendidas para a instituição. Foto: Divulgação/PRF

O motorista, de 47 anos, morador de Santa Catarina, acabou admitindo que seria pago para transportar a carga do Paraná até a cidade de Nova Santa Rita. Ele foi preso em flagrante e encaminhado à área judiciária federal em Porto Alegre.

A pasta base é utilizada para a fabricação de cocaína, tendo alto valor de revenda. Ela foi apreendida e será incinerada. As pistolas são calibre 9mm, o mesmo utilizado pela PRF, que solicitará o repasse das armas para que elas sejam utilizadas na defesa da sociedade. A carreta ficará à disposição da justiça.

Deixe seu comentário