Foto:PC

Policiais civis da DRACO/Canoas, coordenados pelo delegado Thiago Lacerda, prenderam, após investigações, em Nova Santa Rita, C.C.B, de 30 anos e a mulher de iniciais L.B de 61 anos de idade que estavam foragidos do sistema penitenciário e escondidos em um assentamento rural em Nova Santa Rita.

Os policiais foram informados de que há uma semana ambos os investigados estavam no assentamento que fica numa região de difícil acesso, pois se trata de uma área que não se encontra em nenhum sistema de localização e é de difícil acesso por veículos automotores. Segundo o delegado Lacerda, na ação duas casas foram cercadas até os policiais efetuaram a prisão dos foragidos sem a possibilidade de fuga e reação.

Os foragidos já haviam sido presos anteriormente por estarem envolvidos em duas ocorrências de roubo a bancos com uso de explosivos. Na ocasião, os indivíduos foram presos com grande quantidade munições, armas,coletes balísticos, toucas, bala clavas(tocas ninjas),grande quantidades de miguelitos, coldres,lunetas, veículos importados roubados, diversas placas de veículos, roupas de uma empresa de engenharia, chave mixa e um valor relevante de dinheiro em espécie.

As investigações apontaram ainda que os mesmos ficariam escondidos nessa região por pouco tempo e deveriam deixar o estado com destino a Santa Catarina ou Paraná.

O Diretor da 2 DPRM – Regional Canoas, Delegado Regional Mario Souza esclarece que a ação buscou dar resposta de maneira rápida no combate à essa quadrilha especializada em roubo a bancos que estaria escondida na área. Por fim o diretor ressalta que as investigações continuam.

Deixe seu comentário