Os apenados aprenderam a produzir pães e massas. Foto: Susep

A Penitenciária Modulada de Montenegro, em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), promoveu dois cursos voltados aos apenados da instituição. O objetivo da iniciativa é estimular a inclusão social de pessoas que cumprem pena.

As atividades foram ministradas entre os dias 12 e 21 deste mês pela professora Iara Bargmann. O primeiro curso foi de Panificação Caseira e contou com a participação de oito apenados que trabalham nas cozinhas da guarda e geral.

Os presos aprenderam a fazer pães, cucas, pizzas e massas como, lasanha, tortein, talharim, capeletti e rondeles, entre outras.O segundo curso foi voltado para apenadas do Anexo Feminino. As internas aprenderam a produzir bolachas e salgados

O curso do SENAR foi oferecido gratuitamente aos apenados e tem o intuito de promover a profissionalização e geração de trabalho e renda. Os participantes recebem certificados de conclusão.
A realização das atividades contou com apoio da equipe técnica, da direção e da segurança da casa prisional. Um mini mercado local forneceu, gratuitamente, os ingredientes.

Deixe seu comentário