Anúncio do projeto foi feito em live com prefeito, secretária de Indústria e Comércio e o gerente regional do Sebrae, Marco Copetti. FOTO: REPRODUÇÃO

Primeira iniciativa é palestra nessa quarta-feira

Ocorre na noite desta quarta-feira a primeira atividade do Plano de Apoio para Retomada Econômica de Montenegro. A iniciativa é da Prefeitura, em parceria com a Unisc e com o Sebrae, pensada para, nos próximos dias, apoiar os micro e pequenos empreendedores que estão enfrentando dificuldades diante da crise gerada pela pandemia do coronavírus.

O projeto tem início com uma live, às 19h desta quarta, com duas especialistas em Direito da Unisc. Professoras da universidade local, Lígia Mallmann e Elia Denise Hammes vão palestrar sobre empreendedorismo com segurança jurídica e financeira.

De acordo com a secretária municipal de Indústria e Comércio, Cristiane Gehrke, a fala é voltada a quem está pensando em empreender e também a quem já tem um negócio, mas tem dúvidas. Gratuita, a live pode ser acessada através do link HTTPS://meet.google.com/zue-dchn-pfa; ou enviando mensagem de WhatsApp para o número (51) 986.068.929.

Não para por aí. “É uma retomada que tem que ser feita e a gente tem que começar a se adaptar a novos formatos e a novas tecnologias”, destacou o prefeito Kadu Müller ao divulgar o plano em uma live no Facebook. “Efetivamente, nós precisamos estar preparados para um novo momento econômico”, complementou a secretária Cristiane.

O principal pilar da iniciativa estará na parceria com o Sebrae, que deve caminhar lado a lado com os pequenos empreendedores no enfrentamento às dificuldades. Interessados vão procurar a Sala do Empreendedor de Montenegro (também no WhatsApp 986.068.929) e então serão contatados por especialistas da entidade do Sistema S. O empresário receberá um diagnóstico do seu negócio e, junto do analista, vai poder identificar os principais pontos de dificuldades e os caminhos possíveis para recuperar a empresa.

De acordo com o gerente regional do Sebrae, Marco Copetti, será a oportunidade de analisar e rever questões envolvendo custos, estoque, inadimplência, atendimento, dentro outros; e delinear o que deve ser melhor estruturado, inclusive, em determinados casos, com a remodelagem do negócio para o pós crise.

“O empresário não pode se sentir numa ilha, não pode se sentir sozinho. O poder público junto do Sebrae está estendendo a mão para ajudar ele nesse momento de dificuldade”, comenta. 90% do valor das consultorias será subsidiado pela Prefeitura.

Na sequência das ações, dia 20 de agosto ocorre uma palestra gratuita sobre Marketing Digital, focada em um modelo de venda que está em alta em tempos de pandemia. A inscrição deve ser feita pelo e-mail saladoempreendedor@montenegro.rs.gov.br; ou pelo WhatsApp da Sala do Empreendedor.

Além disso – e dando sequencia a um projeto iniciado no mês passado – foi construído um material didático explicando como as empresas locais podem participar de compras públicas. Ele está disponível no site da Prefeitura, na aba Licitações, voltado a enfrentar o fenômeno que mais da metade das compras do Município serem feitas de organizações de fora da cidade; muito porque alguns empresários não têm conhecimento dos trâmites legais de negociação. “Nós queremos que cada vez mais empreendedores daqui participem”, salienta Cristiane.

Deixe seu comentário