Turno único da Prefeitura não se aplicará para a secretaria municipal de Saúde e Assistência Social. Foto: Arquivo/Jornal Ibiá

Após o decreto de calamidade pública em razão da pandemia do novo coronavírus – assinado pelo prefeito Paulo Alexandre Barth no domingo, dia 22 -, o Executivo de Pareci Novo determinou o funcionamento em turno único para diversos setores da Prefeitura por período indeterminado. A medida, que foi estabelecida pelo decreto de número 1.775 de 22 de março, não se aplica à secretaria municipal de Saúde e Assistência Social e já está valendo.

Conforme o documento, fica determinado expediente em turno único de quatro horas para os servidores do Centro Administrativo Marcos Miguel Colling, para a secretaria municipal de Educação e para a secretaria municipal de Cultura, Turismo e Desporto. O horário deverá ser cumprido das 8h ao meio-dia. O decreto recomenda que os servidores desses setores realizem, na medida do possível, teletrabalho mediante uso de meios eletrônicos como e-mail, telefone e outros aplicativos.

Para os cargos de operário geral, operador de equipamento rodoviário, vigilante, motorista e ocupantes de cargo em comissão lotados na secretaria municipal de Obras e Viação e na secretaria municipal de Agricultura e Meio Ambiente fica determinado turno único de cinco horas, com os servidores trabalhando das 7h ao meio-dia.

O decreto determina, ainda, que a chefia responsável por cada pasta deverá adotar o sistema de revezamento entre os servidores, a fim de evitar a propagação do vírus. Além disso, ficam dispensados do controle eletrônico de frequência os servidores lotados nas secretarias que cumprirão turno único.

Deixe seu comentário