Encontro ocorreu na última quinta-feira, dia 10. FOTO: SEDETUR/DIVULGAÇÃO

Aconteceu em Porto Alegre, na sede da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico e Turismo, mais uma reunião sobre o Polo da Química de Montenegro. Representando a Prefeitura, a secretária municipal de Indústria e Comércio, Cristiane Gehrke, apresentou os benefícios oferecidos às empresas interessadas. Dentre eles, a Lei encaminhada à Câmara de Vereadores, que prevê isenções de tributos municipais aos empreendimentos. Seis empresas estavam presentes, buscando mais informações para uma possível instalação.

Outras sete organizações já estão com tratativas mais avançadas para a vinda ao Município. São as que assinaram protocolo firmando a intenção ainda no início de setembro. A expectativa é que as instalações se dêem num espaço de dois anos.

No projeto do Polo da Química, são 700 hectares em território montenegrino disponíveis aos empreendimentos. A ideia é aproveitar as vantagens oferecidas pelo complexo, próximo ao Polo Petroquímico de Triunfo, à BR-386 e ao Rio Caí, para trazer indústrias da terceira geração do segmento químico. A iniciativa é liderada pela Prefeitura, o governo do Estado e o Sindicato das Indústrias Químicas do Rio Grande do Sul.

Deixe seu comentário