Reunião ocorreu no pátio do Palácio Rio Branco. FOTO: ACOM/PREFEITURA DE MONTENEGRO

Após anunciar nesta segunda-feira, 30, que não iria flexibilizar a abertura do comércio e serviços não essenciais em Montenegro, o prefeito Kadu Müller teve reunião com entidades empresariais. E junto de representantes da ACI, do Sindilojas e da CDL, o chefe da Executivo sinalizou para a flexibilização da proibição em um novo decreto. Mas este deve sair só na próxima semana.

O encontro nesta tarde também contou com a presença da promotora de justiça, Daniela Tobaldini, do procurador geral do município e da secretária municipal de Indústria e Comércio. Foram debatidas questões tributárias; revisão dos feriados municipais e sugestões de um plano de retorno gradual nas atividades do comércio local. Segundo a assessoria de comunicação da Prefeitura, as sugestões recebidas serão levadas ao Comitê de Crise do Covid-19 para, então, compor este novo decreto.

Por enquanto, só podem operar as indústrias em geral; e os comércios e prestadoras de serviço considerados essenciais.

Deixe seu comentário