Coloridos e com desenhos, os alimentos acabam sendo mais atrativos para as crianças, que aprendem a gostar dos vegetais. foto: Acervo Pessoal/Emma Ramos

Na Emma Ramos de Moraes, alunos estão se alimentando melhor após iniciativa simples e eficiente dos merendeiros

Uma iniciativa dos merendeiros da EMEI Emma Ramos de Moraes, no bairro Estação, tem feito sucesso entre os pequenos. Desde o início do ano letivo, a equipe tem caprichado na organização dos pratos. As diferentes saladas – e até o arroz – são montadas em uma variação de cores e formatos divertidos, que atraem as crianças e, com isso, estimulam a boa alimentação.

Wesley Simões, Neli da Silva e Eliane Souza preparam os alimentos. foto: Acervo Pessoal/Emma Ramos

A ideia surgiu na cozinha mesmo. A diretora da escola, Larissa Kayser, destaca que os profissionais recebem os mesmos ingredientes das demais escolas da rede municipal e que foi a vontade deles de fazer mais, indo além do básico, que impulsionou a iniciativa. “É dedicação, é gosto, é amor pelo que eles estão fazendo”, afirma.

Muito aluno que fazia cara feia para as saladas hoje se encanta com os enfeites e consome o alimento. “É mais divertido e atrativo.”
Neli Henrique da Silva, Wesley Antônio Simões e Eliane Flores Souza – os merendeiros – dia após dia, põem em prática a ideia, abusando da criatividade. “A gente vinha com a vontade de fazer algo diferente. Começamos com coisas simples, organizando os pratos mais bonitos, daí fomos aperfeiçoando”, conta Wesley. Foi ele quem deu o pontapé inicial à iniciativa. Os enfeites foram contagiando o restante da equipe e chegou até nas professoras. Tem gente, hoje, que já adotou a prática em casa, com a família.

Na Emma Ramos de Moraes, são oferecidas quatro refeições por dia. Duas na parte da manhã e duas à tarde. A instituição atende a alunos desde os quatro meses até os cinco anos de idade. Numa fase em que os indivíduos desenvolvem o seu paladar, o incentivo ao consumo dos alimentos saudáveis prova a sua importância. Em breve, ainda, a instituição estará inaugurando a sua horta e promete tirar de lá, com a ajuda dos pequenos, muito da matéria-prima para a merenda.

Todo o cardápio da escola é pré-definido por uma nutricionista que atende a rede municipal. Ele varia diariamente. Wesley relata que recebeu um treinamento para a decoração dos pratos por causa de seu plano de carreira. Mesmo sem a obrigação, resolveu colocá-lo em prática. “É muito gratificante para nós. A gente espera que possa acontecer algo semelhante em outras escolas tambémn”, pontua. Muitos pais já aprovaram e elogiaram a ideia dos servidores públicos.

Deixe seu comentário