Thaiane de Oliveira era servidora municipal em Capela

Segundo primeiras informações da Brigada Militar (BM) de Capela de Santana, um dos agentes lotados na corporação teria matado sua esposa por engano, ao confundi-la com um invasor à residência. O suspeito – que não teve o nome divulgado – teria alegado que desligou o disjuntor da rede elétrica por causa do temporal, deixando a casa no escuro. Então na madrugada desta quarta-feira, dia 24, acordou com barulho, viu um vulto e uma luz, pegou sua arma e deu ordem de parada. Mas o vulto teria seguiu andando, então ele atirou.

Depois viu se tratar da esposa usando o celular como lanterna, possivelmente para ir ao banheiro. O tiro de pistola.40 acertou o peito de Thaiane de Oliveira, de 29 anos, que já chegou sem vida ao Hospital de Portão. O policial entrou em choque e está em acompanhamento médico. O caso é investigado pela Polícia Civil (PC).

A vítima era Agente de Saúde do ESF do Centro. A Prefeitura de Capela de Santana decretou Luto Oficial de três dias, e os postos de saúde estarão fechados na manhã da quinta-feira, dia 25, abrindo apenas a partir das 13 horas. No texto assinado pela Administração Municipal no perfil Capela da Santana do Facebook, Thaiane foi descrita como “uma pessoa muito querida por todos, muito educada e simpática, e deixará saudades para todos…”.

Deixe seu comentário