O policial civil identificado como Leandro de Oliveira Lopes, 30 anos, que estava lotado na Delegacia de Homicídios de Canoas, foi baleado durante uma operação na manhã de hoje e veio a falecer. Leandro era ex-policial militar e se formou em 2017, na 51ª turma de inspetores de polícia. O policial foi atingido durante cumprimento de mandado na localidade de Matiel, em Pareci Novo. A Polícia Civil divulgou que a ordem judicial visava a cumprir a prisão de um integrante de facção criminosa, com origem em Porto Alegre que atua no tráfico de drogas e com histórico de inúmeros homicídios.

Segundo divulgação da Susepe, o suspeito do crime, Valmir Ramos, 42 anos, é natural de Santa Catarina. Valmir esteve preso em 2016, mas fugiu da Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento de São Leopoldo. Ele havia sido detido pela Polícia Rodoviária Federal com 445 quilos de maconha na BR-116.

De acordo com o delegado Marcelo Farias, o cerco é atrás dos dois indivíduos armados que estão foragidos. Um deles, de acordo com Marcelo, veste supostamente uma peça de roupa verde.

“Principalmente o pessoal do interior, se vir alguém suspeito denuncie através do contato 190 da Brigada Militar, 197 da Polícia Civil ou o 3649 0001 que é o do Delegacia. A polícia está com o helicóptero aqui e estamos trabalhando junto com a Brigada Militar, pois nosso objetivo único é prender e encarcerar esses indivíduos, que são perigosos”, solicita.

Condutores que passarem pelo Km 8 da ERS-124, redobrem a atenção. O trânsito está lento nas proximidades em razão da barreira da Polícia Civil.

Aguarde por mais informações.

Deixe seu comentário