Como passar por obstáculos foi uma das técnicas passadas no curso Foto: Divulgação/BM

Durante duas semanas soldados aprenderam na prática como atuar com as viaturas

A partir de agora, os soldados Alexson Silva dos Santos e William Garcia Lauz, do 5° Batalhão da Polícia Militar (BPM) de Montenegro são peritos em motocicleta. Os dois brigadianos formaram-se no “Curso de Policiamento Tático com Motocicletas”, realizado na cidade de Porto Alegre, nos dias 8 a 19 de novembro. Ao todo, 20 soldados de diversos Comandos da Brigada Militar participaram da qualificação.

Noções Gerais de Mecânica, Técnicas básicas e avançadas de pilotagem, Noções de socorros públicos, Policiamento comunitário e Técnicas de Abordagem foram alguns dos assuntos abordados durante o curso. Segundo o Sd Alexson, a formação foi enriquecedora. “Nós aprendemos desde técnica de frenagem, até curva, habilidade com motos, trilha, abordagem, acompanhamento, etc. Foi um curso bem completo para o policiamento”, diz.

Para o Sd Alexson, o uso da motocicleta no cotidiano é essencial

Para o soldado, a necessidade da moto no cotidiano do serviço da Brigada Militar é notável. “O maior fator da motocicleta é a mobilidade e a velocidade, a saturação de área”, fala. Alexson explica que em alguns bairros de Montenegro, por exemplo, seria fundamental o uso da moto para uma maior eficiência nas operações.

A expectativa é que, logo, a Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas (Rocam) seja implementada no 5°BPM. “A moto é essencial, em todas as maiores cidades, como Porto Alegre, Canoas, tem Rocam”, expõe o soldado.

Para o tenente-coronel, Oberdan do Amaral Silva, comandante do 5° Batalhão de Polícia Militar (5°BPM), ter brigadianos qualificados no trabalho com a moto é digno de comemoração. “Hoje eles tem condições de fazer uma perseguição. Subir escadaria atrás de um bandido eles vão; se precisar entrar no lodo, em barro até no meio da moto eles vão. Eles tiveram um treinamento bem legal e bem puxado”, concluí.

Deixe seu comentário