O casal mudou-se este ano para a residência onde ocorreu o assassinato. Foto: Arquivo Jornal Ibiá

Segundo a delegada Raquel Peixoto, responsável pela DP de Capela de Santana, a investigação a respeito do assassinato de Thaiane de Oliveira, ocorrido na madrugada do dia 24 de julho, deve ter andamento ainda nesta semana. “Estamos ouvindo testemunhas ainda, amigos próximos e policiais militares. Familiares também serão ouvidos”, destaca Raquel.

O homicídio de Thaiane ocorreu em sua própria casa, quando o marido, um policial militar de 31 anos, lotado na corporação do município de Capela de Santana, a matou com dois disparos. Ele teria confundido a companheira com um invasor e acertou um dos tiros no peito da jovem. “Aguardamos a perícia da arma, dos celulares e do local do crime. Não há previsão de quando ele (o marido) será ouvido, está hospitalizado e sob medicação. Espero que ainda essa semana”, detalhou a delegada Raquel Peixoto. A Polícia Civil investiga o caso e trabalha com várias hipóteses para o crime.

Deixe seu comentário