O Plastitroque busca incentivar os participantes a coletarem os resíduos plásticos que produzem no seu dia-a-dia. Foto: Divulgação Braskem

Com a participação de 92 pessoas, entre estudantes, professores e funcionários da EMEF Oswaldo Aranha, de Triunfo, o programa Plastitroque da Braskem arrecadou 247,5 quilos de embalagens plásticas em sua primeira ação no Rio Grande do Sul. A mobilização durou em torno de um mês e teve como objetivo compartilhar informações sobre como funciona a cadeia da reciclagem a fim de que todos tenham a oportunidade de entender a importância da separação e do descarte correto de resíduos. Agora, o projeto da Braskem sobre conscientização ambiental e estímulo à reciclagem será levado para outras instituições e comunidades. Para 2022, a ideia é ampliar a iniciativa no Estado, levando o Plastitroque para mais escolas de Trunfo e inserir Montenegro, Nova Santa Rita e Rio Grande.

O destaque do programa foi o aluno Murilo Migotto, do 8º ano, que arrecadou 31 quilos de plástico. Todo o material arrecadado no Plastitroque foi destinado à Associação dos Recicladores da Ponte Seca (AECO), em Triunfo, onde o plástico é separado e reciclado. Durante a programação na escola, professores e alunos receberam informações sobre o projeto via WhatsApp, com cards e vídeos destacando a importância da coleta seletiva, da destinação correta de cada tipo de resíduo e mostrando como funciona a cadeia da reciclagem. Houve também palestras nos turnos da manhã e da tarde, de acordo com os horários das aulas.

Como resultado da arrecadação na EMEF Oswaldo Aranha foram distribuídos 76 kits de higiene aos participantes do programa, o que corresponde a aproximadamente 600 produtos, como sabonete, detergente, água sanitária e álcool em gel. Mesmo quem não conseguiu arrecadar o volume mínimo de plástico para trocar por um kit recebeu brindes pela participação.

“Ficamos muito satisfeitos com o resultado desse piloto no Estado. Os alunos se interessaram e participaram ativamente da iniciativa. Nada melhor do que conversar com jovens para mostrar que todos nós somos responsáveis pela destinação correta dos resíduos para termos um futuro mais sustentável. Quanto mais cedo começa essa conscientização, melhor para o ambiente e para todos nós. Quando a gente separa nossos resíduos, ajudamos milhares de pessoas que trabalham na reciclagem a terem uma vida melhor”, afirma Daniel Fleischer, Gerente de Relações Institucionais da Braskem.

Sobre o programa
O Plastitroque busca incentivar os participantes a coletarem os resíduos plásticos que produzem no seu dia-a-dia, seja em casa, na escola ou em outros ambientes para, após, terem a oportunidade de trocar pelos plasticoins, a etapa mais aguardada do projeto. Para ganhar o kit 1 com 5 produtos, são necessários 3 plasticoins, o que equivale a 900 gramas de plásticos coletados. Já para receber o kit 2 com 8 produtos é preciso ter 5 plasticoins, equivalente a 1,5 quilos de plástico.

Compartilhar

Deixe seu comentário