Escola Municipal no Muda Boi usa slogan "Plante Amor, Colha Gratidão!" Foto: Smec

O sábado, dia 31, foi reservado à Escola Municipal de Ensino Fundamental Manoel José da Motta no estande da Fetag na 42ª Expointer. O projeto “Sementes da Manoel” está sendo apresentado por alunos e professores de mais esta Escola do Campo de Montenegro que aderiu ao programa “Semente Crioula”. Esta é uma parceria da Secretaria Municipal de Educação e Cultura (Smec) com Emater, Sindicato dos Trabalhadores Rurais Sindicato e Banrisul.

Escola Manoel José da Motta apresenta sua experiência com horta de rúcula, cenoura, rabanete, alface, couve. Foto: Smec

O trabalho englobou ainda oficina de minihorta e “troca-troca” de sementes com as famílias, em um dia especial intitulado “Festival de Sementes”. E a Escola de Turno Integral Manoel José da Motta dedica dois dias de sua grade curricular para os alunos trabalharem na terra, usando o lema Plantar e Colher na Manoel, Plante Amor, Colha Gratidão.

“Festival de Sementes” é um dia especial das famílias na escola. Foto: Smec

O projeto Sementes Crioulas parte da distribuição aos educandário de uma grande variedade de sementes para serem cultivadas neste sistema horta na escola e cultivo em casa, ao lado da família. O objetivo maior do projeto é mostrar para as famílias a importância das sementes crioulas e sua multiplicação.

No estande da Fetag foi feita distribuição da “bomba se sementes” pronta para plantar. Foto: Smec

E em seu espaço da Feira, a Fetag apresenta ao público experiências exitosas desenvolvidas na modalidade educacional Educação no Campo. Já passaram na Feira – entre quarta re sexta-feira – as escolas municipais Carlos Frederico Schubert, do Faxinal; Bello Faustino dos Santos, da Fortaleza; e Jacob Haubert, Sobrado. A professora Márcia da Silva Farias, coordenadora das Escolas do Campo na Smec, explica que a Educação no Campo tem como objetivo valorizar as comunidades rurais, em seus aspectos econômicos, sociais, educacionais e culturais.

Deixe seu comentário