Mudança. Prefeitura está reformando prédio, contratando médicos e funcionários para iniciar as operações na “Assistência” daqui a exatamente um mês

Dia 28 de março, às 8h da manhã, o Plantão médico 24 horas que hoje funciona junto ao Hospital Montenegro passa a operar no prédio da Secretaria Municipal da Saúde, na Timbaúva. A data foi divulgada ontem pelo prefeito Kadu Müller, durante uma coletiva de imprensa ao lado da secretária Cristina Reinheimer. As salas que abrigarão o novo serviço estão em reformas e o processo para a contratação de médicos, enfermeiros e técnicos já foi aberto.

O chefe do Executivo ressaltou que a parceria com o Hospital Montenegro continua, pois os casos mais de graves, de urgência e emergência, continuarão sendo atendidos na instituição. “Aqui cuidaremos daqueles casos mais simples, que não exigem internações, os que normalmente na classificação de risco são identificados com as fitas verdes e azuis”, explicou.

ESPAÇO destinado ao Plantão 24h deve ser concluído nos próximos dias

A implantação do PA, de acordo com a secretária, exigirá um investimento mensal da ordem de R$ 230 mil. É bem menos do que os R$ 355 mil pagos aos Hospital hoje, mas a transferência não é motivada pela economia. Kadu e Cristina explicam que, há muito tempo, a direção do Hospital vem manifestando o desejo de suspender este serviço para se dedicar integralmente aos casos de média e alta complexidade. O diretor Carlos Batista da Silveira já vez várias declarações neste sentido. “Acho que chegou a hora de darmos este passo e qualificar o atendimento à população”, pontua o prefeito.

Kadu não teme as eventuais cobranças que ele, como agente político, deve receber dos usuários quando ocorrerem filas ou qualquer outro problema no serviço. “O gestor, seja ele público ou privado, deve estar disposto a correr riscos. Esta mudança será positiva para a comunidade. Vamos sair da mesmice”, afirma.

O novo serviço deve aumentar em cerca de 2.500 pessoas por mês o fluxo na Secretaria da Saúde. O atendimento será diário, incluindo sábados, domingos e feriados. No período de maior fluxo, do meio-dia à meia-noite, haverá dois médicos plantonistas para agilizar os atendimentos. No local, não serão feitos curativos, emitidos atestados, laudos médicos e nem receitas, avisa a secretária Cristina Reinheimer.

Campanha vai orientar sobre uso correto do novo serviço
A transferência do Plantão 24h do Hospital Montenegro para a Secretaria da Saúde pode gerar alguma confusão nos primeiros dias. Cristina Reinheimer explica que a comunidade deve preferir sempre, em primeiro lugar, procurar os postos de saúde. Quando isso não for possível, por exemplo, em virtude dos horários ou mesmo à noite e nos finais de semana, será necessário algum dissernimento.

SECRETÁRIA Cristina e prefeito Kadu visitaram as obras do futuro PA

Na Secretaria, serão atendidos aqueles que hoje, na triagem junto ao plantão do HM, recebem fitas verdes e azuis. De acordo com Cristina, pacientes com náuseas, vômitos, diarréia, sintomas de gripe, dores no corpo ou qualquer outra queixa secundária devem procurar o PA caso não possam recorrer ao posto de saúde mais próximo de suas casas. Para o Hospital, devem se dirigir pessoas com sintomas que indiquem risco de infarto, de Acidente Vascular Cerebral (AVC) e vítimas de acidentes com fraturas, por exemplo.

“Se chegar alguém aqui com uma situação que, na triagem, indicar necessidade de atendimento mais especializado, nós providenciaremos a remoção para o Hospital Montenegro”, ressalta a secretária. Haverá uma ambulância com motorista disponível em tempo integral junto ao pronto-atendimento.

Saiba mais
Para viabilizar o Plantão 24h, a Secretaria Municipal de Saúde está contratando quatro enfermeiros, oito técnicos de enfermagem e médicos através do Consórcio Intermunicipal CIS/Caí. Também serão admitidos três funcionários para a área administrativa;
– a despesa mensal com a manutenção do serviço deverá ficar em torno de R$ 230 mil;
– a expectativa é que pelo menos 2.500 pessoas sejam atendidas por mês no Plantão 24h;
– para obter o atendimento, será necessária a apresentação do Cartão SUS;
– os serviços do Plantão 24h estarão disponíveis somente para moradores de Montenegro, num primeiro momento;

Em que situações o paciente deve procurar o Plantão 24h na Secretaria de Saúde, a partir do dia 28 de março?
Nos casos pouco urgentes, como:

– asma fora de crise;
– enxaqueca – pacientes com diagnóstico anterior de enxaqueca;
– estado febril sem alteração nos sinais vitais;
– refriados e viroses sem alteração nos sinais vitais;
– dor leve;
– náusea e tontura;
– torcicolo;
– hemorragia em pequena quantidade controlada (sem sinais de instabilidade hemodinâmica);
– drenagem de abscesso;
– dores musculares crônicas;
– unha encravada;
– troca de sondas;
– aplicação de medicação externa com receita.

https://youtube.com/?gl=BR

Deixe seu comentário