Sírio já foi secretário de Educação e de Cultural de Maratá e, atualmente, era diretor da EMEF Lídia Araújo Viegas. Foto: Prefeitura de Maratá

Maratá perdeu hoje uma de seus grandes munícipes. Sírio José Nonnemacher faleceu na tarde deste sábado, dia 16, em decorrência de um infarto. Atualmente, ele era diretor da Escola Municipal de Ensino Fundamental Lúdia Araújo Viegas, da comunidade de Uricana.

Inclusive, o educador estava na escola para entregar atividades para a família de dois estudantes quando teve o ataque cardíaco. O diretor chegou a ser levado para o Hospital Unimed Vale do Caí (HUVC), mas não resistiu. Sírio tinha 56 anos e deixa a esposa Maristela e o filho Éderson. O professor ocupou por anos, e em diferentes administrações, os cargos de secretário de Educação e de secretário de Cultura de Maratá.

“Estou super triste, mas posso dizer que ele foi um exemplo de pai e de pessoa”, comentou o filho. “Ele era fantástico não só comigo, mas com toda a comunidade”, complementou. Éderson contou que nesta semana seu pai havia feito um exame que apontou uma anormalidade no coração e que, apesar de não ser nada urgente, uma consulta com uma cardiologista havia sido marcada para o dia 19.

Secretária de Educação de Maratá até o início abril deste ano, Clarine Pittelkow Luft corroborou com as palavras de Éderson e disse que a morte de Sírio representa uma perda para todo o Município. “Ele era um baita ser humano, uma pessoa incrível. Sempre ajudava no que podia”, afirmou.

Deixe seu comentário