Peludos, campeão, Montenegro, estreia, final, Força Livre
Peludos conquistou o título da Copa Intermunicipal em sua estreia no torneio disputado em Maratá

Intermunicipal de Futebol de Areia. Fominhas, Porto e Chelsea também comemoraram conquistas na sexta à noite

Soberano no futebol sete do Grêmio Gaúcho há dois anos, o Peludos F.C agora domina também o futebol de areia da região. Em duelo de tirar o fôlego contra o tradicional Tok de Bola/Lotérica Timbaúva/Side Sul na noite de sexta-feira, a equipe soube lidar com a pressão adversária, foi decisiva na hora certa e contou – novamente – com a estrela do goleiro Marcelo Gabriel para conquistar o título da 15ª Copa Schin Intermunicipal de Futebol de Areia na categoria Força Livre, em Maratá.

O confronto entre os times de Montenegro foi muito bem disputado tecnicamente, com poucas faltas e muita entrega de ambos os lados. Vice-campeão em 2017, o Tok de Bola tomou a iniciativa e abriu o placar logo aos três minutos, com Marcos, que recebeu cruzamento lateral e desviou de primeira, tirando qualquer chance de defesa do goleiro Marcelo Gabriel.

Marcelo Gabriel, Peludos, campeão, Maratá, Montenegro
Goleiro Marcelo Gabriel (de azul) foi o herói do título do Peludos mais uma vez ao defender dois pênaltis durante a rodada decisiva

Sem conseguir assustar o goleiro Samir, o Peludos trocou Diego Logue por Lucas Pacheco no ataque. A mudança surtiu efeito pouco tempo depois. Com o nome da sua equipe desenhado na cabeça, Lucas fez jogada individual aos 14 minutos e finalizou no cantinho direito, para empatar a decisão. Depois do gol, a primeira etapa seguiu eletrizante até o apito final, com boas chances para os dois lados.

Lucas Pacheco, Peludos, campeão, time, Montenegro
Autor do gol do Peludos no tempo normal, Lucas Pacheco desenhou o nome da equipe na cabeça

O segundo tempo não foi diferente. Em busca do gol do título, os dois times tentavam de todas as formas e arriscavam finalizações de todos os cantos da quadra, mas os goleiros fecharam a meta e levaram a disputa para os pênaltis. Foi aí que brilhou a estrela do goleiro Marcelo Gabriel, que já havia sido o herói do Peludos no segundo semestre de 2017 no Grêmio Gaúcho ao defender a penalidade decisiva.

Nesta sexta-feira, a história da última conquista do Peludos se repetiu. A equipe começou desperdiçando a primeira cobrança com Lucas Pacheco, que mandou para fora. Dudu Nunes converteu o primeiro do Tok de Bola batendo firme no ângulo. Diego Logue deslocou Samir e empatou para o Peludos. Capitão do Tok, Maicon parou no goleiro Marcelo Gabriel. Julinho bateu bem e colocou o Peludos na frente. Da mesma forma, Limão deixou tudo igual para o Tok de Bola.

Nas alternadas, Edmilson cobrou forte e deixou o Peludos em vantagem mais uma vez. O atacante Giovani bateu no meio do gol, Marcelo Gabriel caiu, defendeu e confirmou o título inédito do Peludos, que participou da Copa Intermunicipal de Maratá pela primeira vez neste ano. Uma estreia e tanto para o time que se acostumou a levantar taças em Montenegro.

Fominhas, Porto e Chelsea fizeram suas festas
A noite decisiva começou com um grande embate entre as montenegrinas Fominhas e Fênix. Atuais campeãs do Feminino, as meninas do Fênix viram as adversárias abrirem o placar antes do primeiro minuto com Veridiana, que recebeu em profundidade e chutou no canto. Após o susto logo de cara, o Fênix foi para cima, pressionou, teve até bola na trave, mas terminou a primeira etapa atrás do placar.

Fominhas, Fênix, campeão, Feminino, Montenegro
Fominhas desbancou o Fênix e ficou com o título do Feminino

No segundo tempo, o duelo foi mais brigado no meio-campo, mas assim como na etapa inicial, o Fominhas foi cirúrgico. Em uma escapa aos sete minutos, Veridiana, mais uma vez, recebeu nas costas da defesa e finalizou no ângulo para fazer um belo gol e deixar sua equipe mais perto do título. Porém, no minuto seguinte, Cláudia girou sobre a marcação e chutou forte para descontar para o Fênix.

Precisando de um gol para levar a decisão para os pênaltis, o Fênix esbarrou na forte marcação do adversário, que segurou a vantagem, confirmou a vitória por 2 a 1 e comemorou o título desta edição.

Porto, Caí, final, Sub-18, campeão
Porto, do Caí, levou a melhor sobre o Da Vila na decisão do Sub-18

Na única decisão sem times montenegrinos, o Porto, de São Sebastião do Caí, derrotou o Da Vila, de Brochier, por 3 a 1, e ficou com o título do Sub-18. Na primeira etapa, Robert e Gabriel fizeram para o Porto. Em cobrança de falta do meio-campo, Marciel descontou para o Da Vila. No último minuto de partida, Gabriel, novamente, balançou as redes e iniciou a festa da equipe caiense.

O outro clássico de Montenegro foi pelo Veterano. Imbatível do início ao fim da competição, o atual campeão Chelsea contou com show de Fabiano Maffacioli para golear o Genifer Sports/São José por 4 a 0 e comemorar o bicampeonato do torneio.

Chelsea, Veterano, Fabiano Maffacioli, golaço, campeão
Destaque do Chelsea, Fabiano Maffacioli fez três gols na decisão do Veterano contra o Genifer Sports/São José, sendo um em bela finalização de voleio

Na primeira etapa, Fabiano abriu o placar aos nove minutos em cabeçada firme após escanteio. Aos 19, ele foi garçom. O artilheiro da noite tocou para Ricardo, que escorou de primeira e exigiu boa defesa do goleiro adversário. Porém, no rebote Ricardo não teve trabalho para empurrar a bola para o fundo do gol.

O lance mais bonito da noite aconteceu logo aos dois minutos da segunda etapa. Após novo escanteio, Fabiano emendou de primeira, em um belo voleio de canhota, e mandou a bola no ângulo, tirando qualquer possibilidade de defesa do arqueiro rival. Quatro minutos mais tarde, Fabiano fez o seu terceiro gol na final. Ricardo tocou para o atacante, que avançou e tocou por cobertura. A bola tocou caprichosamente no travessão, mas no rebote Fabiano não perdoou: 4 a 0 e festa do Chelsea em Maratá.

Deixe seu comentário