Homem de 30 anos teve conversa e troca de fotos de cunho sexual com suposta menor. Fotos: PC-RS/ divulgação

Um dos mandados de prisão da Operação Sem Fronteiras foi cumprido em Montenegro, nesta manhã de quinta-feira, dia 23. Trata-se de um indivíduo que cumpre prisão na Penitenciária Modulada de Pesqueiro, de onde articula golpes por telefone. A ação foi deflagrada pelas Polícias Civis de Goiás e do Rio Grande do Sul, com o objetivo de desarticular uma associação criminosa que extorquia um morador da cidade de Rio Verde, em Goiás, aplicando o “golpe do núdes” através das redes sociais. Entre janeiro, fevereiro e março, a vítima repassou cerca de meio milhão de Reais aos criminosos.

Carteira Funcional falsa apresentada para vítima para dar credibilidade ao golpe – Foto: Polícia Civil / DRCID / Deic

Foram presos cinco dos investigados, sendo cumpridas ainda doze medidas cautelares de busca e apreensão. Foram realizadas buscas e prisões na Região Metropolitana de Porto Alegre, especificamente nas cidades de Novo Hamburgo, Taquara e São Leopoldo. Foram feitas também em presídios em Novo Hamburgo e em Charqueadas.

Os criminosos fizeram longa simulação, que partiu de falsa denúncia e presença de agente da PC, até a suposta morte da menina, por suicídio. Participaram 50 policiais civis, em operação realizada pela Delegacia de Repressão a Crimes Cibernéticos de Rio Verde; com o apoio operacional das DP’s de Novo Hamburgo, Taquara, São Leopoldo Igrejinha e Nova Santa Rita.

Deixe seu comentário