Policiais começaram a trabalhar por volta das 5h da gelada manhã dessa quinta-feira. Foto: Polícia Civil

PAZ no Vale. Operação integra investigação de assassinatos registrados no ano passado

Uma ação conjunta da Polícia Civil e Brigada Militar, realizada na manhã dessa quinta-feira, 16, cumpriu sete mandados de busca e apreensão em Vale Real, São Sebastião do Caí e Harmonia. A operação faz parte das investigações de três homicídios consumados e cinco tentados, ocorridos em 2019 no município de Vale Real.

A Operação denominada Paz no Vale resultou na prisão de três indivíduos, sendo dois deles com prisão temporária por acusação de envolvimento nas mortes, e outro por flagrante de posse de arma e munições.

Em Vale Real foi presos um homem de 35 anos e uma mulher de 18. Em São Sebastião do Caí foram efetuadas as prisões temporárias e a detenção de outro indivíduo pela apreensão de uma arma longa calibre 31 e outra de pressão, além de munição de vários calibres e uma luneta.

O comissário Renato Camargo participou da operação e faz uma análise positiva sobre o resultado. “Foi uma resposta para a comunidade que se viu abalada com tamanha violência”, explica o policial civil. “Destaco a cooperação dos polícias militares da região, além da dedicação de todos os polícias por ocasião dos cumprimentos dos mandandos de busca”.

Participaram a operação 21 policiais civis e 13 militares. Os presos e armas foram encaminhados para a Delegacia da Feliz, onde foram autuados pelo delegado Gilberto Baladão.

Material recolhido na residência de um dos presos. Foto: Brigada Militar

Mortes investigadas em Vale Real
No dia 12 de maio do ano passado, dois jovens foram baleados quando estavam em uma parada de ônibus na esquina das ruas Maximiliano Krewer e Paris, em Vale Real. O crime ocorreu por volta da 1h da madrugada. Dois homens em um carro passaram efetuando vários disparos. Alefe Freitas Modesto, de 25 anos, foi atingido e morreu no local. Evandro Junior Zimmermann, 23, sobreviveu.

No mês de junho, na madrugada do dia 7, Andrio Vinícius da Silva foi assassinado, por volta das 00h30min, no bairro Vila Rica, também em Vale Real. Dois homens encapuzados entraram na residência e atiraram contra as pessoas que ali estavam, entre eles Matheus de Freitas, de 20 anos, enteado da vítima. Três dias depois do atentado, Matheus não resistiu aos ferimentos e morreu, no Hospital Pompéia, em Caxias do Sul.

Deixe seu comentário