Sérgio espera começar a comercialização da sua safra perto do Natal

Qualidade. Cachos de Niagara, Vênus e Bordô colorem os parreirais

Conhecida pela forte produção de citros, a agricultura da região também tem espaço para pioneiros que investem em outros cultivos. É o caso da família Weber, do interior de Pareci Novo. Em 1996, eles implantaram um pequeno parreiral na propriedade localizada em Matiel. Observando bons resultados na produção, eles foram aumentando-a ao longo dos anos.

A produção é comandada em parceria entre Loivo Weber, 59 anos, e seu filho Leandro, 25 anos. Hoje, eles cuidam de 2,5 hectares de uva. Um hectare é da variedade Vênus, outro da Niagara. Essas duas são comercializadas in natura. Já a produção da variedade Bordô, cultivada numa área de meio hectare, é utilizada para produção de suco artesanal.

Na propriedade dos Weber, a safra teve início em novembro. “A expectativa era grande, comparada à ótima safra de citros”, contam. “A qualidade da uva é muito boa, porém a comercialização está sendo abaixo do esperado”, ressalvam pai e filho. Inclusive, eles irão abrir sua propriedade, localizada na Estrada do Campestre, para a venda das frutas. O início de venda está previsto para hoje, 16. Quem quiser, pode entrar em contato pelo número 99851-7839.

Produção de uva da família Weber completará 25 anos em 2021. FOTO: Emter-RS/Ascar

Loivo e Leandro destacam que a produção de uvas foi iniciada por causa do objetivo de ter uma diversificação de culturas na propriedade deles, ou, como eles a chamam, a “chácara ítalo-germânica”. Já outro produtor de uvas do Município, Sérgio Sachet, 53 anos, apostou no seu conhecimento para dar início à sua produção em Pareci Novo.

“Eu sempre trabalhei com uva na Serra, em Farroupilha, aí eu achei que aqui era um lugar que ia funcionar plantar”, comenta Sérgio. “Fui no peito mesmo, digo: ‘vamos ver se vai dar ou não vai dar uva’”, recorda. A aposta foi recompensada e desde 2004 ele conta com uma produção consistente da fruta em Pareci Novo.
Na propriedade às margens da ERS-124 e próximo do pórtico do Município, Sérgio produz uvas da variedade Niagara das cores rosa e branca. “A preta eu tinha investido um pouco, mas é meio complicado. Ela não aceitou muito a região”, conta.

O produtor estima que a colheita da uva em sua propriedade terá início nos próximos dias, próximo do Natal. “A expectativa para safra desse ano é boa. A uva está muito bonita”, complementa.

Deixe seu comentário