Roberto Filho/Eleven

O Papa Francisco deixou uma mensagem durante a celebração da festa da Imaculada Conceição em Roma, para que sejam protegidos os direitos humanos, sobretudo das famílias de imigrantes.

O pontífice direcionou o apelo “a todos os que têm responsabilidade institucional” para que “coloquem os direitos humanos no centro das políticas”. A mensagem foi enviada à conferência internacional, que acontece nesta segunda e terça-feira em Roma, e onde vão ser celebrados os 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos e o 25.º aniversário da Declaração e Programa de Ação de Viena.

“Gostaria de fazer um forte apelo a todos os que têm responsabilidades institucionais, para que coloquem os direitos humanos no centro de todas as políticas, incluindo os de cooperação para o desenvolvimento, mesmo que isso signifique ir contra a corrente”, escreveu o Papa.

Durante sua oração, Francisco lembrou que a Virgem Maria e José tiveram que deixar seu país, Nazaré, e ir a Belém para o nascimento de Jesus. Ele ainda pediu à Virgem que esteja perto das famílias no mundo todo que “vivem situações similares, para que não fiquem abandonadas”, mas vejam “tutelados os seus direitos, direitos humanos que vão antes que qualquer exigência, por mais legítima que seja”.

Deixe seu comentário