Padre exerce seu ministério em Montenegro há 11 anos

Sacerdote seguirá atuando como vigário geral e ecônomo da Diocese, além de administrar o Seminário Propedêutico São Paulo Apóstolo

O padre Pedro Nicolau Schneider tomou posse como novo administrador da Paróquia Sagrado Coração de Jesus, do bairro Timbaúva, nesse sábado, 13 de março, em missa transmitida pelas redes sociais. Natural da localidade de Boa Vista, em Posto das Antas, o religioso de 66 anos atua ativamente em Montenegro há 11.

Ordenado em 1984, nesse período no município o padre Nicolau Schneider exerceu o seu chamado inicialmente na Catedral São João Batista, foram seis anos. Logo após, assumiu a administração do Seminário Propedêutico São Paulo Apóstolo e então foi designado como ecônomo e vigário geral da Diocese. Antes disso, o sacerdote atuava na Paróquia do município de Estrela, e também já desempenhou diversos papéis no Seminário Menor de Gravataí.

Mesmo com o seu novo desafio, o padre continuará sendo ecônomo e vigário geral da Diocese, além de administrar o Seminário Propedêutico. “A gente fica padre não é pra si, é para a Igreja. E para essa Diocese e está Igreja a gente coloca a liberdade e disposição para trabalhar nela e abraçar aquilo que a Diocese precisa e necessita”, fala. O padre Pedro Nicolau será administrador da Paróquia até o final do ano.

Para o sacerdote, esse será mais um desafio, porém acredita que é capaz de superar. “Eu vou fazer aquilo que é possível fazer, e depois a gente vai pensar naquilo que parece impossível”, declara.

O padre relata que por estar há todos esses anos no município já conhece muitas pessoas da comunidade, e por isso acredita que será mais fácil trabalhar. “Eu conto muito com a ajuda e boa vontade das lideranças e de cada um que está aqui”, finaliza.

Padre Luciano será Pároco em Bom Princípio

O padre Luciano Royer, que estava atuando na Paróquia Sagrado Coração de Jesus irá substituir o padre Rogério Schlindwein na Paróquia Nossa Senhora da Purificação, em Bom Princípio. Segundo o vigário geral, padre Pedro Nicolau Schneider, o padre Rogério pediu o seu afastamento do exercício do Ministério Sacerdotal subitamente a Diocese. “Ele nos informou que estava no seu limite e queria parar”, explica. Atualmente ele está trabalhando em uma empresa em Bom Princípio, e deve ficar de licença até a sua decisão ser tomada.

Royer havia assumido a comunidade da Timbaúva após o afastamento do padre Ricardo Nienow, que depois de seu ano sabático foi reintegrado e está cedido à Arquidiocese de Pelotas, tendo sido nomeado vigário paroquial no município de Piratini.

Deixe seu comentário