Serão quatro dias de Operação Viagem Segura desde a zero hora desta quinta-feira (29/3) até a meia noite de domingo (1º/4), a ofensiva de combate à acidentalidade chega à sua 86ª edição.

A data festiva preocupa por ser a quarta com mais mortes nas vias gaúchas – a média de óbitos por dia de feriado é 6,9, ficando atrás apenas do Dia das Mães (8,6), Dia dos Pais (7,2) e Dia do Trabalho (7,1).

Analisando os acidentes da Páscoa no período de 2007 a 2017, o DetranRS identificou que a grande maioria das ocorrências fatais ocorreram nas rodovias (66%). O período do dia mais crítico é a noite, que concentra 35% dos óbitos.

As cidades com maior número de vítimas fatais foram Pelotas (18), Porto Alegre (15) e Gravataí (12). Em 2017 morreram 16 pessoas durante os quatro dias da operação, 36% a menos do que no feriado de 2016, quando foram registradas 25 mortes. Esses dados contabilizam os óbitos após 30 dias de acompanhamento dos feridos, além das mortes no local divulgadas no final dos feriados.

Deixe seu comentário