Foto: Polícia Civil

Nesta quinta-feira, 5, sob a coordenação do Conselho Nacional dos Chedes de Polícia (CONCPC), a Polícia Civil do Rio Grande do Sul participou da Operação Marias, ofensiva em âmbito nacional para o combate à violência contra a mulher. Com a participação das Polícias Civis de vários Estados e do Distrito Federal, durante o dia foram desencadeadas ações preventivas e repressivas de enfrentamento à violência doméstica e familiar contra a mulher, alusivas ao mês de março, no qual é celebrado o Dia Internacional da Mulher.

Foram cumpridos 222 mandados judiciais de prisão (61) e de busca e apreensão (161), principalmente pelos crimes de descumprimento de Medidas Protetivas de Urgência (MPU) e feminicídios, bem como foram realizadas fiscalizações de MPUs (302) e verificação de denúncias (200). A mobilização no Rio Grande do Sul empregou 155 viaturas e 469 policiais civis das 23 Delegacias Especializadas no Atendimento à Mulher (DEAMs) e de 61 delegacias de polícia do Estado. Até às 10h, a operação já havia efetuado 25 prisões e apreendido oito armas. A ação teve início às 6h e se estendeu durante a tarde.

Em Montenegro, foi cumprido um mandado de Busca e Apreensão, no ato foi localizado e apreendido de um estojo de munição calibre 12. Também ocorreram sete averiguações de disque denúncia, feitas anonimamente pelo disque 180. A ação contou com a participação de seis policiais e duas viaturas.

Deixe seu comentário