Documentos, anotações e computadores passarão por perícia

A Operação Dados Lançados foi deflagrada após sete meses de minuciosa investigação para comprovar uma esquema de tráfico classificado pela Polícia Civil de Montenegro como “drive-thru”. O delegado da 1ª DP, Paulo Ricardo Costa, explicou que um entrelaçamento de empresários da cidade usava um estabelecimento comercial para vender cocaína fracionada e individual, de forma que, caso o suspeito fosse abordado pela polícia, a pequena quantidade configurasse apenas consumo, e não tráfico.

Outros pontos comerciais também seriam usados para a lavagem de dinheiro. Pessoas de alto poder aquisitivo mantinha o esquema, sendo um deles o proprietário do prostíbulo Dados (às margens da RSC-287, próximo ao Centro) considerado o “número 1” do tráfico no Vale do Caí que ainda estava em liberdade. Costa salienta que o local usado como “boca de fumo” funcionava há vários anos. O delegado regional, Marcelo Farias Pereira, revelou que uma séria de documentos e computadores apreendidos nesta sexta-feira, dia 15, passará por análise da investigação.

Essa etapa terá apoio fundamental da Delegacia de Lavagem de Dinheiro de Porto Alegre, que em verificação preliminar nesta manhã já apontou elementos probatórios. “O material comprovaria a nossa tese (de esquema de tráfico)”, declarou o delegado. A operação resultou, inicialmente, na prisão de cinco suspeitos. Dois deles por mandado de prisão preventiva (inclusive a esposa do dono da boate), um foragido da Justiça e dois indivíduos presos em flagrante por posse irregular de arma de fogo de uso permitido.

Por enquanto, os nomes não estão sendo divulgados. Os alvos da operação foram seis residências, inclusive de alta classe no Centro de Montenegro, sendo uma na rua Coronel Antônio Inácio onde ocorreria o sistema de lavagem de dinheiro do tráfico. Também foram averiguados três estabelecimentos comerciais, sendo um em São José do Sul e dois postos de combustíveis em Montenegro. Carros de alto luxo e armas foram apreendidos.

1 comentário

  1. Muito boa essa ação. Parabéns aos policiais com certeza iram pegar mais gente, Montenegro sempre teve um cartel de corrupção, em que a população sempre esperava que fosse desmascarada.Parabens

Deixe seu comentário