Parque passa por retoques finais para receber os visitantes nos seis dias de festa. Abertura oficial acontece sexta-feira, dia 4, com participação da comunidade

Chopp, dança e alegria tomarão a cidade por dois finais de semana

Numa região de forte colonização alemã, Maratá se destaca por ser a única cidade do Vale do Caí a promover uma Oktoberfest. A popular festa que teve origem em Munique, no Sul da Alemanha, espalhou-se pelo mundo e criou fortes raízes em solo marataense. A primeira edição correu em 1991 e, agora, a festividade, que tem no chopp e na cultura alemã seu destaque, chega à sua 15ª edição. Inclusive, neste ano a Oktoberfest de Maratá terá uma novidade: será realizada em dois finais de semana. Assim, a alegria será garantida nos dias 4, 5, 6, 11, 12 e 13 no Parque Municipal.

Presidente da comissão organizadora mostra caneco de acrílico que será utilizado

A principal atração da 15ª edição da Oktoberfest de Maratá será o show nacional de Bruno e Barretto, que subirão ao palco às 21h do dia 5, sábado. Um dia antes acontece a abertura oficial, com participação das comunidades. A festa contará ainda com shows da Banda Cavalinho, Lucas e Felipe e Marmitt DJ, além de diversos outros artistas de renome no Estado e região. Haverá diariamente a tradicional bandinha circulando pelo parque, feira de produtos coloniais, feira industrial e comercial, parque de diversões e passeio de dindinho por pontos turísticos da cidade.

A tradicional disputa de chopp em metro e a passagem do Bierwagen pelo parque também estão garantidas. Além disso, o stammtisch será uma novidade. O presidente da comissão organizadora da festa, Alexandro Haupenthal, explica que o stammtisch trata-se de uma disputa entre dois grupos formados por quatro pessoas. O vencedor é o grupo que beber o chopp mais rápido. As inscrições para a disputa poderão ser feitas no dia, em local especial.
Outra novidade deste ano será a abolição dos copos plásticos. De acordo com Alex, como é conhecido o presidente da comissão organizadora, a ideia é ter uma Oktoberfest com consciência ambiental. Assim, aqueles que adquiriram ingressos antecipados ganharão um caneco de acrílico personalizado na entrada e os demais poderão adquirí-lo no parque. “É para a gente tentar fazer uma Oktoberfest consciente, com menos lixo, e para o pessoal ter uma lembrança depois”, comenta.

Eloi auxilia na preparação da festa e também é
presença garantida nela desde sua primeira edição

Para essa edição, a expectativa é bater o número de visitantes de 2017, assim são esperadas de 25 a 30 mil pessoas no parque durante os seis dias de festa. Alex reforça que haverá atrações para todas as idades, com todos os espaços comerciais ocupados. “A gente está ‘batendo’ bastante nessa questão da programação e também de a nossa festa ser bem típica”, destaca o organizador. Para ele, essa ligação com a cultura essencialmente alemã segue sendo uma dos destaques da festa. “A gente vê o pessoal vindo ou comprando traje típico, caneco e chapéu, todo mundo trajado”, comenta Alex. Ele lembra que pessoas trajadas não pagam a entrada – com exceção do dia 5. “Isso mantém a essência da festa. A essência da festa é o quê? É isso, é a identidade, a pessoa, o alemão”, pondera. Para organizador, a forte identificação do povo marataense com a cultura alemã é uma das razões que fizeram a Oktoberfest vingar em Maratá.

Rosane e Dirceu não perdem nenhuma Oktoberfest desde 1991. FOTO: Arquivo Pessoal

Uma festa que não se perde por nada
Natural de Harmonia, Eloi Inácio Boesing, 49 anos, conheceu Maratá em 1988 e em 1991 já marcou presença na primeira edição da Oktoberfest. De lá pra cá, ele não “falhou” em nenhuma edição da festa. Em 1998, casado com uma marataense, mudou-se para a cidade e em 2004 passou a trabalhar na Prefeitura. Assim, começou a ajudar também na preparação da festa.

“O clima do Município muda, a cidade inteira fica no clima de Oktoberfest”, destaca Eloi. Segundo ele, a celebração da cultura alemã faz jus ao slogan de Oktoberfest mais animada do Rio Grande do Sul. “A edição do ano de 2017 marcou porque superou todas em termo de ‘povo’, mas todas elas foram boas. A gente gosta de festa e faz folia”, reforça. Além dos shows, Eloi destaca atrações como a disputa do chopp em metro – da qual ele ainda não arriscou participar – e da novidade deste ano, o stammtisch. “Também ainda não participei (do stammtisch), mas tenho interesse”, revela.

O fato de não perder nenhuma das 15 edições da festa também está no currículo do casal Rosane, 44 anos, e Dirceu Délcio Lorenz, 49. Desde 1991 eles não perdem a oportunidade de participar de uma Oktoberfest sequer. Para o casal, a mais marcante foi a 10ª edição, quando sua filha Jéssica foi a rainha do Município. Inclusive, Rosane lembra que, quando eles participaram da 1ª Oktoberfest, ela estava grávida de Jéssica. Além disso, o casal se orgulha por sobrinhas suas – as irmãs Larissa Grub e Micaela Letícia Grub – fazerem parte da corte da Oktoberfest de 2017 e deste ano.

Participando da festa desde o seu início, o casal revela que nunca pensou que a festa que iniciou fechando uma rua no Centro da cidade e que contava com exposição de animais cresceria para se tornar uma atração que traz pessoas de diversos municípios para Maratá. “Era comunitária e hoje traz o pessoal de longe”, comenta Dirceu. E se há algo que não mudou nesse tempo todo, foi a oportunidade que a festa promove de encontrar velhos conhecidos. “É um momento de reencontrar amigos, aproveitar para dançar, fazer folia e rir”, destaca Rosane.

O casal salienta que a Oktoberfest é de fato uma festa para toda a família. Quando suas filhas eram pequenas, eles aproveitavam as atividades com elas durante o dia. Agora, com as filhas crescidas, eles conseguem participar dos bailes e shows que ocorrem à noite. Inclusive, eles até compraram traje típicos para irem à caráter na festa.

Dindinho que passa por pontos turísticos da cidade é uma das atrações e recebeu melhorias

Novo estilo de chopp será lançado na Oktoberfest
Pela terceira vez provendo o chopp para a Oktoberfest, a GoldBier aus Maratá irá aproveitar o momento para apresentar ao público uma nova cerveja. Trata-se de uma receita feita em parceria com a cervejaria Bohemia, de Petrópolis, no Rio de Janeiro, que resultou numa bebida do estilo Belgian Pale Ale batizada de Stammtisch. De acordo com um dos sócios da cervejaria marataense, Miguel Haupenthal, são três mil litros da bebida prontos para a estreia na festa.

Ao todo, a cervejaria conta com um estoque de 40 mil litros de chopp dos estilos Pilsen, Weiss, IPA, Keller e Dunkel para garantir que não faltará a bebida símbolo da festa. “A expectativa é de vender muito mais do que na última edição”, conta Miguel. Isso se dá em razão de a festa desse ano ser realizada em dois finais de semana. Em 2017, foram consumidos quase 20 mil litros de chopp.

Miguel salienta que fornecer o chopp da Oktoberfest é um importante palco para a cervejaria e destaca o espírito da festa. Para o sócio da GoldBier, a Oktoberfest é a maior festa da cultura Alemã do Vale do Caí. “A tradição é essa: música, comida típica e o chopp. Para nós é muito interessante porque o chopp é fabricado em Maratá e a comunidade tem orgulho disso”, afirma.

GoldBier aus Maratá fornecerá o chopp da festa pelo terceira vez. FOTO: Arquivo/Jornal Ibiá

Atrações garantidas para todos os públicos e idades
Com uma extensa programação, a Oktoberfest de Maratá não deixa nenhum público de fora. No dia 5, à tarde, é a vez dos tradicionalistas aproveitarem a boa e velha música gaúcha e acompanharem apresentações de invernadas na Oktobertchê. Dia 11, também durante a tarde, a programação é voltada para as crianças, com espetáculos infantis. Na tarde do dia seguinte, 12 de outubro, ocorre baile da terceira idade e encontro de grupos folclóricos de danças alemãs.

Há ainda atividade para os amantes dos animais, com a OkDogFest, programada para as 9h do dia 12. O momento contará com concurso de cães tipicamente trajados, espaço para adoção de cães e sorteio de brindes. Para participar do desfile, basta doar um quilo de ração canina. O montante arrecadado será destinado a ações de proteção aos animais abandonados em Maratá.

Para aqueles que já pensam em queimar as calorias advindas das comidas típicas e chopp há duas opções: a BierLaufen – Caminhada da Cerveja e a Springenfest – 6ª Rústica de Maratá. A primeira ocorre no sábado, dia 5, às 13h30min, com saída da Praça Municipal e conta com 12 quilômetros de percurso. A ação é realizada através de uma parceria da Ekonova Adventure em parceia com a Oktoberfest. Já a rústica, que terá percursos de sete e 10 quilômetros, será realizada dia 13, domingo, às 9h. As inscrições podem ser feitas até o dia 7 no site https://www.sesc-rs.com.br/esporte/corridas/ ao custo de R$ 35,00.

Haverá ingressos na hora
A venda de ingressos antecipados segue acontecendo pelo site blueticket.com.br e nos pontos de vendas da região. Haverá, ainda, venda de entradas na hora, com os valores variando de R$ 10,00 a R$ 40,00 conforme o dia e horário. Vale lembrar que quem for com traje típico alemão não paga ingresso, com exceção do dia 5. Crianças com até 12 anos não pagam. Idosos e estudantes possuem desconto.

Confira a programação completa da festa
04/10 – Sexta-Feira
19h30min – Show de abertura com as comunidades
21h – Abertura Oficial da 15ª Oktoberfest, com a sangria do 1º Barril de Chopp
22h – Banda 0800, no palco principal
00h – 1ª Rodada do Stammtisch
00h – DJ Lucas Müller, na Balada Oktoberfest
1h30min – DJ Willian Schrammel, na Balada Oktoberfest
2h – DJ Lucas Müller, no palco principal
3h – DJ Paulo Martins, na Balada Oktoberfest

05/10 – Sábado
10h – Abertura dos portões
10h – Festival de danças de grupos infantis
11h30min – Passagem do Bierwagen pelo Parque
12h – Almoço no Restaurante Canecão
13h30min – Bierlauf
13h30min – Encontro de Grupos de Invernadas Apresentações Artísticas
16h – Grupo Sangue Farrapos, no palco principal
16h30min – Passagem do Bierwagen pelo Parque
17h – 1ª Rodada do Stammtisch
18h – Banda Flor da Serra, no palco principal
18h30min – Passagem do Bierwagen pelo Parque
20h – 1ª Rodada do Chopp em Metro
21h – Show Nacional com Bruno e Barretto, no palco principal
22h30min – 2ª Rodada do Chopp em Metro
23h – Banda Choppão, no palco principal
00h – DJ Ambus, na Balada Oktoberfest
00h30min – 2ª Rodada do Stammtisch
1h30min – DJ Willian Schrammel, na Balada Oktoberfest
3h – DJ Paulo Martins, na Balada Oktoberfest
3h – DJ Rodrigo Adams, no palco principal

06/10 – Domingo
10h – Abertura dos portões
11h30min – Passagem do Bierwagen pelo Parque
12h – Almoço no Restaurante Canecão
13h30min – Banda Hoppus, no palco principal
14h – Passagem do Bierwagen pelo Parque
14h30min – 1ª Rodada do Chopp em Metro
14h30min – 1ª Rodada do Stammtisch
17h – Banda K’Necus, no palco principal
18h30min – Passagem do Bierwagen pelo Parque
20h30min – Brilha Som, no palco principal
22h – 2ª Rodada do Chopp em Metro
22h – 2ª Rodada do Stammtisch
00h – DJ Lucas Müller, na Balada Oktoberfest
00h30min – DJ Braian, no palco principal
1h30min – DJ Willian Schrammel, na Balada Oktoberfest
3h – DJ Paulo Martins, na Balada Oktoberfest

11/10 – Sexta-Feira
10h – Abertura dos portões
12h – Almoço no Restaurante Canecão
13h30min – OktoberKinder
14h – Kinderfest
19h30min – Banda Geração Atual, no palco principal
20h às 22h – Jantar Alemão no Restaurante Canecão
22h – Rogério Magrão e banda, no palco principal
00h – 1ª Rodada do Stammtisch
00h – DJ Lucas Müller, na Balada Oktoberfest
1h30min – DJ Willian Schrammel, na Balada Oktoberfest
2h – DJ Thiago Dewes, no palco principal
3h – DJ Paulo Martins, na Balada Oktoberfest

12/10 – Sábado
9h – OkDogFest, em frente ao pórtico
10h – Abertura dos portões
12h – Almoço no Restaurante Canecão
12h30min – Passagem do Bierwagen pelo Parque
14h – Banda Signos, no palco principal
16h – 1ª Rodada do Chopp em Metro
17h30min – Encontro de Grupo de Danças Alemãs
18h30min – Passagem do Bierwagen pelo Parque
18h30min – Banda Dublê, no palco principal
19h30min – 1ª Rodada do Stammtisch
21h – Banda 10, no palco principal
21h – Passagem do Bierwagen pelo Parque
23 – Banda Cavalinho, no palco principal
00h– 2ª Rodada do Chopp em Metro
00h – 2ª Rodada do Stammtisch
00h – DJ Ambus, na Balada Oktoberfest
1h – Show com Lucas e Felipe, no palco principal
1h30min – DJ Willian Schrammel, na Balada Oktoberfest
2h – Marmitt DJ, no palco principal
3h – DJ Paulo Martins, na Balada Oktoberfest
3h30min – DJ Thiago Dewes, no palco principal

13/10 – Domingo
9h – Springenfest – 6ª Rústica de Maratá
10h – Abertura dos portões
12h – Almoço no Restaurante Canecão
12h30min – Passagem do Bierwagen pelo Parque
13h30min – Super Banda Real, no palco principal
14h30min – Passagem do Bierwagen pelo Parque
15h30min – 1ª Rodada do Chopp em Metro
15h30min – 1ª Rodada do Stammtisch
17h30min – Banda Os Atuais, no palco principal
18h30min – Passagem do Bierwagen pelo Parque
19h – 2ª Rodada do Chopp em Metro
19h30min – 2ª Rodada do Stammtisch
19h30min – Banda Os Montanari, no palco principal
22h – Encerramento com Show de Fogos de Artifício
00h – DJ Lucas Müller, na Balada Oktoberfest
1h30min – DJ Willian Schrammel, na Balada Oktoberfest
3h – DJ Paulo Martins, na Balada Oktoberfest

Deixe seu comentário