A primeira oficina de joias sustentáveis realizada pela Braskem na Estação da Cultura, na tarde deste sábado, 17, em Montenegro, foi um sucesso. O evento reuniu 30 interessadas no espaço da empresa na instituição. As vagas já tinham sido preenchidas com antecedência, mas haverá outra edição dia 28 de setembro.

A instrutora Denise Duarte ensinou como transformar materiais como rolhas, retalhos de tecido e de couro, garrafas pet e embalagens plásticas em brincos, tiaras, colares e anéis. A ideia foi mostrar como resíduos descartáveis podem virar lindos produtos e contribuir para a preservação do meio ambiente. Muitas vezes, os materiais desprezados de forma irresponsável poluem os rios, entopem bueiros e contribuem para inundações, entre outros incontáveis malefícios para a natureza e população. Além disso, alguns deles demoram centenas de anos para se decompor.  

A proposta integra o projeto “Cultura na Estação” e também tem o objetivo de incentivar uma prática em prol da redução de resíduos. Ainda permite uma atividade artística criativa e com potencial de ganho econômico. Cada peça, em média, pode ser vendida por R$ 30,00. “O produto finalizado em forma de arte pode chegar a até R$ 100,00, dependendo da região”, garante Denise. Ela usava um lindo colar feito com cápsulas de café, garrafa pet e borracha. 

As inscrições gratuitas para a segunda oficina, no dia 28 de setembro, podem ser feitas na Estação da Cultura ou pelo telefone (51) 3632-1987. O encontro ocorre 14h às 17h no Espaço Cultural Braskem. 

Deixe seu comentário