O governador José Ivo Sartori anunciou na manhã desta quinta-feira (27), no Palácio Piratini, os nomes dos novos secretários estaduais.

O coronel Everton Oltramari deixa a chefia da Casa Militar para ocupar o cargo de secretário adjunto da Segurança Pública. Em seu lugar, assume o coronel Alexandre Martins, que já ocupava o cargo de adjunto da Casa Militar.

O secretário de Minas e Energia, Artur Lemos Júnior, foi confirmado como titular no cargo. Fábio Branco e Márcio Biolchi trocam de secretarias. Branco assume a chefia da Casa Civil e Biolchi vai para Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (Sdect). Como adjunto da Sdect, assume Evandro Fontana. O cargo de secretário da Educação será ocupado por Ronald Krummenauer.

A Secretaria de Obras, Saneamento e Habitação terá como titular Fabiano Pereira. Maria Helena Sartori será secretária de Desenvolvimento Social, Trabalho, Justiça e Direitos Humanos.

Confira o perfil dos secretários

Fábio Branco – chefe da Casa Civil
É empresário, mas construiu a carreira política em Rio Grande, sua cidade natal, da qual foi prefeito de 2001 a 2004 e de 2009 a 2012. Em 2014, elegeu-se como deputado estadual mais votado do PMDB para a Assembleia Legislativa e também da Região Sul do estado. Desde janeiro de 2015, exercia o cargo de secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, junto com a coordenação do Sistema de Desenvolvimento do Rio Grande do Sul.

Coronel Alexandre Martins – chefe da Casa Militar
Tem 53 anos de idade e 34 de serviço público. É formado em Educação Física, pós-graduado em Gestão Pública e tem Curso de Especialização em Bombeiros. Já atuou no 9º Batalhão da Polícia Militar (BPM), 20º BMP, 1º BPM, Corpo de Bombeiros, Batalhão de Operações Especiais (BOE), Comando Ambiental, na Defesa Civil e Casa Militar do Governo do Estado.

Artur Lemos Júnior – secretário de Minas e Energia
É advogado (licenciado), formado em Direito pela PUC/RS (2005). Possui especialização em Direito do Trabalho e Processual do Trabalho. Cursou Politics and Economics of International Energy, pela Sciences Po (2016). Atualmente, cursa Pós-MBA em Governança Corporativa e Gestão de Risco na Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos). Na administração pública, foi diretor administrativo e presidente da Fundação Zoobotânica (2006-2011); e coordenador da CPI da Energia Elétrica na Assembleia Legislativa (2014). De janeiro de 2015 a dezembro de 2016, foi secretário adjunto de Minas e Energia. Atualmente, está atuando como interino na pasta que vai assumir.

Márcio Biolchi – secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia
Natural de Carazinho, é filho do ex-deputado federal Osvaldo Biolchi e da professora universitária Vera Biolchi. Em 2000, foi eleito o vereador mais jovem e mais votado de Carazinho. Em 2002, foi eleito deputado estadual. Em maio de 2007, esteve na presidência interina do PMDB estadual, posto que voltou a exercer em outubro de 2010. Em 2008, assumiu como titular da Secretaria Estadual do Desenvolvimento e dos Assuntos Internacionais (Sedai), onde permaneceu por dois anos. Foi conselheiro do Sebrae/RS e presidente do Conselho Administrativo da Caixa RS (Badesul) de 2008 a 2010. Em 2010, foi reeleito para seu terceiro mandato no parlamento gaúcho. Em 2014, aos 35 anos, foi eleito para o primeiro mandato como deputado federal. Atualmente, exercia o cargo de chefe da Casa Civil do Governo do Estado.

Maria Helena Sartori – secretária do Desenvolvimento
Social, Trabalho, Justiça e Direitos Humanos Professora aposentada da rede estadual de ensino, tem formação em Filosofia pela Universidade de Caxias do Sul e pós-graduação em História da América Latina. Foi deputada estadual por dois mandatos, o primeiro entre 2002 e 2006 e o segundo entre 2010 e 2014. Destacou-se como a primeira mulher na história do Parlamento gaúcho a exercer os cargos de líder do governo (2006) e de presidente da Comissão da Agricultura. Como deputada, também presidiu a Comissão de Finanças e foi proponente e coordenadora da frente parlamentar criada para acompanhar e fiscalizar a execução de Políticas Públicas para Mulheres no Rio Grande do Sul. Como primeira-dama de Caxias do Sul, por dois mandatos, entre 2005 e 2012, ajudou a implantar diversos programas sociais, com enfoque no combate ao câncer de mama e na prevenção à gravidez precoce. Também foi grande incentivadora da criação de projetos que promovem a qualificação profissional e a geração de emprego e renda, a exemplo do Banco de Vestuário.

Fabiano Pereira – secretário de Obras, Saneamento e Habitação

Tem 43 anos e é presidente do PSB de Santa Maria, sua cidade natal, onde atuou como vereador e secretário da Saúde. Foi deputado estadual por dois mandatos, de 2002 a 2010, e presidiu a Assembleia Legislativa. Entre 2011 e 2014, foi secretário estadual da Justiça no Governo Tarso Genro. Atualmente, atua também como supervisor estadual do PSB.


Ronald Krummenauer – secretário da Educação

É graduado em Administração de Empresas e em Ciências, ambas pela Unisinos. Tem Pós-Graduação em Finanças pela FGV/RJ e em Informática Empresarial pela PUC/RS. Seu currículo inclui cursos de extensão de Balanced Scorecard – Symnetics Business Transformation; Lead Assessor Training Course pela P-E Batalas/Inglaterra; Planejamento e Controle de Custos e Orçamento pela ESAD/RJ; Programa de Educação Avançada pela FGV/SP; Cenários Estratégicos e Oportunidades Empresariais pela CETTA/SP; Planejamento e Organização para a Qualidade pelo IBQN/RJ; e Sistema Gestão para a Qualidade pelo IBQN/RJ Desde 1999, é diretor executivo da Polo RS – Agência de Desenvolvimento (ONG) e desde 2006 é também diretor executivo da Agenda 2020. Foi gerente e diretor do Sebrae/RS de 1991 a 1999, e também gerente de Administração/Finanças e coordenador de Organização/Métodos e Sistemas do Grupo Isdra de 1986 a 1990. Integrou o Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social no Governo Tarso Genro.

Evandro Fontana – secretário adjunto de Desenvolvimento
Econômico, Ciência e Tecnologia Tem pós-graduação em Gestão Empresarial pela Faculdade da Serra Gaúcha (2008). É graduado em Comunicação Social -Jornalismo pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (2002) e em Comunicação Social – Habilitação Relações Públicas pela Universidade de Caxias do Sul (1992). Desempenhou atividades jornalísticas em rádio, jornal, TV e portais de internet, além de ter atuado como coordenador e gestor de empresas de comunicação. Tem experiência como correspondente internacional na Europa (Milão) e na Rádio do Vaticano (Roma). Também cursou Social Media|Digital Marketing, na Europa Cube Innovation Business School, na Itália, em 2014.

Éverton Oltramari – secretário adjunto da Segurança Pública
Tem 46 anos e é coronel da Brigada Militar, formado em Direito pela Ufrgs, com 29 anos de serviço público. É pós-graduado em Direito Público e em Gestão Pública. Já atuou no 4º Batalhão de Polícia Militar (BPM), em Pelotas; no 11º BPM, em Porto Alegre; no Batalhão de Operações Especiais (BOE); no Estado-Maior da BM; na Assessoria Jurídica da BM; e na Casa Militar do Governo do Estado.

Deixe seu comentário