Nova diretoria foi eleita para presidir a entidade no biênio 2020/2021

O auditório da subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em São Sebastião do Caí ficou lotado na manhã deste sábado, dia 29, com dezenas de bombeiros voluntários de várias cidades e lideranças políticas que acompanharam a posse da nova diretoria da Associação de Bombeiros Voluntários do Estado do Rio Grande do Sul (Voluntersul). Na solenidade, o comandante do Corpo de Bombeiros Voluntários de São Sebastião do Caí, Anderson Jociel da Rosa, assumiu como presidente da entidade para o biênio 2020/2021.

Então presidente por 10 anos da entidade, Edison Eduardor Rother assumiu como diretor executivo da Voluntersul. Leandro Luiz Gottschalk é o diretor financeiro. O cargo de diretor administrativo da associação é ocupado por Gláucio Renato Dietrich. Marcos Vinícius Bortolini Manfio assume como diretor vogal. Além da posse da nova diretoria, ocorreu o ato de filiação das corporações de Pântano Grande, Jacutinga, São João da Urtiga e Arroio do Tigre. Com isso, a associação passar a contar com 46 filiadas.

Anderson quer fortalecer o trabalho dos bombeiros voluntários

“Nosso planejamento estratégico de trabalho é manter o que já está sendo feito, que é um trabalho de buscar um fomento para os bombeiros voluntários e a construção de um ambiente jurídico com segurança para a atuação dos nossos bombeiros voluntários”, destacou Anderson. Ele também colocou como meta fortalecer a formação dos voluntários e buscar a maior aproximação com as entidades filiadas.

O comandante do Corpo de Bombeiros Voluntários de São Sebastião do Caí afirmou, ainda, ser um grande desafio assumir a posição ocupada por uma década por Edison. “A gente está à frente de um movimento que só cresce anualmente. É um grande desafio liderar essas pessoas. Somos quase 1.500 bombeiros voluntários no Rio Grande do Sul”, comentou. Anderson reforçou que seguirá lutando pelo movimento dos bombeiros voluntários e o direito das comunidades de serem atendidas por eles.

Para o ex-presidente da entidade, sua maior conquista é ter expandido a presença de corporações de bombeiros voluntários e o seu trabalho para mais cidades. “Estou falando de salvar vidas e de salvar patrimônios, que é o objetivo principal dos bombeiros voluntários”, disse Edison. “É algo para a comunidade. É como eu falo na minha corporação em Nova Petrópolis, a gente está aqui para ajudar o teu irmão, o teu pai, o teu vizinho. Esse é o nosso objetivo”, complementou.

Edison se emocionou a receber placa de reconhecimento pelos 10 anos à frente da entidade

Deixe seu comentário