Tok de Bola conquistou o bicampeonato no clube neste sábado

Duas grandes partidas fecharam, com chave de ouro, o segundo semestre do campeonato de futebol sete do Grêmio Gaúcho, na tarde deste sábado, 21. Na disputa da Série Prata, o Unibol comemorou o título ao superar o Skinão/César Confecções/Side Sul nos pênaltis, após empate em 2 a 2 no tempo normal. Já na decisão da Série Ouro, o Tok de Bola levou a melhor sobre o Os Restos/Mar de Chopp em um duelo emocionante até o fim e conquistou o bicampeonato no clube.

Campeão da Copa Genifer Sports no primeiro semestre, o Tok de Bola iniciou a partida deste sábado disposto a liquidar a fatura logo cedo. Aos 10 minutos, Tabajara cobrou falta, o goleiro soltou e Richard Eduardo, o Du, mandou para o fundo do gol. Três minutos depois, William Machado recebeu passe de Tabajara, avançou e tocou com categoria na saída do goleiro, ampliando a vantagem.

O Tok de Bola dominava o jogo e criava as melhores chances, mas aos 20 minutos, Alan de Castro colocou o Os Restos no jogo. Em chute de fora da área, o jogador descontou para sua equipe. No segundo tempo, aos 16 minutos, o goleiro Samir deu rebote em cobrança de falta, Alisson Rodrigues aproveitou e, de cabeça, empatou a partida.

Aos 18, o Tok voltou a ficar em vantagem. Após cobrança de escanteio, Amauri Vieira cabeceou, a zaga afastou, mas a bola voltou nos pés de Amauri, que finalizou para o gol e marcou o terceiro do Tok de Bola. Nos instantes finais, um atleta de cada time foi expulso. Com a vitória por 3 a 2, o Tok de Bola conquistou a Série Ouro pelo segundo semestre seguido.

Unibol faz a festa na Série Prata

Unibol superou o Skinão nos pênaltis e levantou a taça da Série Prata

Na outra final da tarde, Skinão e Unibol protagonizaram um embate equilibrado, com muitas chances de gol e também muita reclamação com os árbitros. No primeiro tempo, Wesley Ramos fez dois gols e colocou o Skinão em vantagem. Ainda na primeira metade, Victor Ferreira descontou para o Unibol. Na etapa final, Cristian dos Santos deixou tudo igual. Com isso, a decisão foi para os pênaltis.

Nas três primeiras penalidades, as duas equipes acertaram duas cobranças cada. Nas alternadas, Victor Ferreira converteu para o Unibol, Arlei Conte mandou para fora e o título ficou com a galera do Unibol.

Deixe seu comentário