Gerador está sendo usado pelo Posto de Saúde para manter os serviços

Posto de saúde situado no local está funcionando com gerador

Problema frequente dos montenegrinos, o Parque Centenário está novamente sem energia elétrica. Há pelo menos uma semana, serviços como a biblioteca e toda a área que inclui quadras de esporte, entorno dos lagos e pista atlética estão no breu. Já o posto de saúde, recentemente reinaugurado dentro do parque, está funcionando devido à utilização de um gerador.

Poste encontra-se em boas condições, após reparos

A fiação é antiga no Parque e já causa transtornos há bastante tempo. De acordo com o prefeito Kadu Müller, a falta de luz é consequência do último forte temporal que atingiu a região. “Ocorreu a queima de mais um transformador, que ainda não foi substituído, mas estamos em contato com os técnicos da RGE Sul para, junto com a equipe da Prefeitura, buscar a solução do problema”, explica Kadu.

A estimativa é que o problema seja solucionado em cerca de 15 dias. Enquanto isso, a UBS segue atendendo normalmente. “A Prefeitura e a RGE estão diagnosticando os problemas para a solução desse transtorno”, declara a Assessoria de Comunicação da Prefeitura.

De acordo com a RGE, a responsabilidade pela manutenção das instalações elétricas internas do parque é da Prefeitura Municipal de Montenegro, assim como ocorre com todos os clientes, conforme prevê a legislação nacional do setor elétrico. “Neste caso, há uma ligação em média tensão com rede interna particular. O papel da RGE é fornecer a energia até a tomada particular que alimenta o parque, o que está sendo feito. A rede da RGE opera normalmente na região”, diz a companhia.

Há seis meses, um poste de energia elétrica do Centenário se encontrava em condições alarmantes

Problema na rede elétrica do parque já é antigo
As instalações elétricas do Parque Centenário são problemáticas constantes. Ainda em novembro de 2016, toda a estrutura foi interditada a partir de um laudo solicitado pelos Bombeiros. Proibiu-se, na época, que ocorressem eventos no Parque, dados os diversos riscos verificados no local.

Em janeiro de 2017, um rapaz de 23 anos morreu eletrocutado no local enquanto tentava roubar a fiação. Ele foi encontrado por uma servidora pública dentro de uma caixa de luz, há cerca de um metro e meio do solo e com o corpo já entrando em decomposição.

Há um ano, o parque ficou completamente sem luz por mais de uma semana. A RGE, na época, optou por não religar a energia antes de realizar os reparos, pois os problemas no espaço público estavam alarmantes. Em 2019, ainda em setembro o Centenário também ficou às escuras, mas a Unidade Básica de Saúde funcionou normalmente.

Deixe seu comentário