Avaliação é de técnicas, e não de luta ou força

Acontece nesta tarde de domingo, dia 1º, no Ginásio de Pareci Novo, seu Exame Nacional de Graduação para troca de faixa de 148 alunos da academia Nitro Team, de Montenegro. Sob avaliação do delegado da Confederação Brasileira de Muay Thai (CBMT), mestre Eduardo Viríssimo, e pelo grão mestre Artur Mariano, os atletas precisam mostrar se dominam as técnicas dentro de sua categoria, possibilitando que avancem dentro da graduação.

As ascensões de categoria são: de faixa branca para branca ponta vermelha; de ponta vermelha para vermelha; de vermelha para ponta azul claro; de ponta azul claro para azul claro; de azul claro para ponta azul escuro; e de ponta azul escuro para faixa azul escuro. O líder da equipe (dono da academia) e presidente da Federação Gaúcha de Muay Thai Esportivo (FGMTE), Gustavo Kuhn, explica que não haverá graduação para ponta preta ou faixa preta. Essas avaliações aconteceram na semana passada em Bento Gonçalves, e são prerrogativa unicamente da Confederação Brasileira.

Deixe seu comentário