Caminhões com fruta atolados ao longo dos 12 km não são novidade, e representa prejuízo para quem produz

Nem paliativo. Superintendente inclusive recomenda que o melhor é municipalizar aquele trecho

O supervisor da Unidade do Dnit São Leopoldo, Carlos Alberto Vieira, anunciou que, em breve, será assinado novo contrato a ordem de R$ 10 milhões com empresa que fará a manutenção das estradas federais. Entre os trechos estaria aquele da BR-470 que cruza a localidade de Fortaleza, interior de Montenegro. Todavia, em 2019, apenas R$ 500 mil serão destinados para 70 quilômetros de pistas; o que deixa pouco provável que a comunidade seja assistida.

Desde outubro de 2018 não há manutenção no trecho entre ERS-124 e BR-386

“No ano que vem, provavelmente, será a mesma quantia, ou pouca coisa a mais”, informou, durante reunião na Câmara de Vereadores, no último dia 21. Ele participou do debate proposto pelo Legislativo, no entanto, segundo moradores que estavam na reunião, Vieira se indignou com as colocações do grupo e abandonou a sala. Ele havia acabou de revelar que, mensalmente, a arrecadação do Governo Federal vem caindo, o que resultou em corte de R$ 400 milhões no orçamento do Dnit.

Consequentemente, isso tirou dinheiro de todas as grandes obras, como a ponte do Guaíba, por exemplo. “A situação, realmente, é muito difícil”, lamentou. Ele deixou a má notícia ainda pior ao deixar claro que haverá muito pouco recurso para o trecho em Montenegro da BR-470. “Sugiro o início das tratativas para que ele seja municipalizado. Para ser executado o que todos os municípios fazem, que é o revestimento primário”, sugeriu.

De forma realista, observou que, no ritmo que ocorrem os investimentos em infra-estrutura do país, o trecho será pavimentado somente daqui a cinquenta anos. Declarou ainda que, em sua visão, não fazia sentido aquela rodovia ser federal. “Temos muito pouco dinheiro e inúmeros problemas para serem solucionados em estradas como as BR’s 116, 290 e 386”, se queixou. Se houver manutenção na Fortaleza, será apenas com passagem de patrola motoniveladora e tapa-buraco. O Ibiá aguarda o supervisor confirmar se não haverá melhorias na BR ainda neste ano.

Em 26 de abril, a Unidade de São Leopoldo do Dnit informou ao Jornal Ibiá que havia um projeto de execução dos serviços de manutenção (conservação e recuperação, com patrola e colocação de material), para o trecho entre os quilômetros 297,4 e 366,7 da BR-470. Os técnicos trabalhavam no Estudo de Viabilidade Técnica Econômica e Ambiental (EVTEA) para, em seguida, lançar processo licitatório para chamamento das empreiteiras.

Moradores e empreendedores querem interromper a rodovia
O agricultor Pedro Wolmann, presidente da Associação Montenegrina de Fruticultores (AMF), descreve um cenário de prejuízos, seja nos automóveis e caminhões, como no produto carro chefe da economia primária do município. “Como vai chegar está fruta? Toda batida!”, declarou. Ele é um dos moradores – entre as localidades de Fortaleza e Passo da Pimenta – que estão organizados para cobrar solução e preparam um protesto com bloqueio.

Após a reunião na Câmara, o vereador Joel Kerber (PP) prometeu levar a pauta ao prefeito Carlos Eduardo Müller, sugerindo estudar a legalidade de o Dnit repassar à Prefeitura a parte de seu orçamento destinado à rodovia em Montenegro. Mas a ideia não empolgou os moradores, pois, como recorda Wolmann, o Município não cuida nem de suas estradas rurais. A urgência deve-se também devido a ameaça da linha de ônibus intermunicipal ser cancelada na localidade.

Linha de ônibus não será cancelada
Um dos temores da comunidade é em relação ao cancelamento do ônibus intermunicipal. Mas a empresa Fátima informou ontem, 03, que não haverá extinção ou alteração na rota da linha Montenegro/Triunfo. Principalmente por que o roteiro é definido pela Metroplan, e não pode ser modificado conforme a vontade do transportador.

Através de seu departamento de operação, reitera que seguirá atendendo os moradores. Com prejuízo de R$ 1,2 por mola de suspensão que quebra na via, a única mudança é na velocidade, e consequente tempo de viagem. O que de fato acontece desde a última segunda-feira, dia 2, é o cancelamento de horários, mas devido à falta de passageiros .

Mudanças de horários
Partida de Triunfo:
– 7 horas comum aos Sábados será alterado para 7 horas comum Segundas, Sextas e Sábados a partir desta segunda-feira
Partida de Montenegro:
– 11h15min comum de segunda á sábado será alterado para 11h15min comum Segundas, Sextas e Sábados

Deixe seu comentário