Ação permitiu a realização de exames do mormo e da anemia infecciosa e vacina contra a Influenza por apenas R$ 120,00, em condição vantaqjosa aos criadores

Grupo Amigos do Cavalo também realizará, a partir de hoje, uma série de palestras sobre saúde animal para criadores

Marcelo Kirsten costuma participar de cavalgadas com o Trovão e busca deixar os exames sempre em dia

Organizado pelo grupo Amigos do Cavalo, o mutirão para a realização dos exames do mormo e de anemia infecciosa, e a vacina contra a Influenza atendeu 170 equinos. As ações ocorreram na sexta-feira, sábado e domingo. No entanto, o número de animais atendidos deve ultrapassar 200, conforme prevê o presidente do grupo, Paulo Schneider. Ele explica que na quarta-feira, dia 4, os procedimentos serão realizados gratuitamente para cavalos de carroceiros, a partir das 19h, no Rancho Herança e Terra e foi aberta oportunidade de os proprietários que não conseguiram levar seus animais para realizar os exames durante o mutirão o façam nesse momento.

Paulo destaca que a expectativa do grupo Amigos do Cavalo foi alcançada e o seu objetivo, que era a união dos tradicionalistas para deixar em dias os exames dos seus cavalos, atingido. “São inúmeros cavalos que nunca tinham feito exames e isso não tem preço, saber que teve gente fazendo exame que nunca tinha feito na vida devido ao mutirão que a gente fez”, comenta o presidente do grupo.

Além disso, a partir desta terça-feira, dia 3, o grupo realiza um seminário sobre saúde animal. A primeira palestra acontece às 20h, no Rancho Herança e Terra, e terá como tema a nutrição e manejo de equinos. Na quarta-feira, dia 4, o foco será a realização dos exames em cavalos de carroceiros e de proprietário que não conseguiram participar da ação no fim de semana. A programação se encerra quinta-feira, dia 5, com palestra sobre manejo sanitário, sanidade equina e legislação relacionada. A ação também ocorre no Rancho Herança e Terra, às 20h.

Quarta-feira procedimentos serão realizados de forma gratuitas para animais de carroceiros. Proprietários de animais que não conseguirão participar do mutirão poderão aproveitar a oportunidade para realizar exames

De acordo com o presidente do grupo Amigos do Cavalo, a vacina tem prazo de validade de um ano enquanto que os exames de mormo e da anemia infecciosa têm prazo de validade de seis meses. É por isso que o grupo voltará a realizar um mutirão em agosto deste ano, tendo em vista os festejos farroupilhas. Nesse segundo mutirão, Paulo projeta que mais de 300 exames deverão ser feitos. “Já tem vários (proprietários de cavalos) que nos adiantaram que vão fazer em agosto e que não fizeram agora porque estão com os exames em dia”, destaca.

Proprietários de equinos aproveitaram a oportunidade e gastaram menos
No sábado, dia 29, Diogo Altenhofen, 25 anos, aproveitou que os três procedimentos – vacina contra a Influenza e os exames do mormo e da anemia infecciosa – estavam apenas R$ 120,00 para realizá-los na égua Tostada. “Andei pesquisando os valores e é só de R$ 150,00 para cima”, contou.
Começando a participar de rodeios, ele aproveitou a oportunidade para atestar a saúde do seu animal e poder levá-lo para os eventos futuramente.
Inclusive, houve proprietário de animal que não pode estar presente, mas não perdeu a oportunidade de realizar a vacina e os exames com baixo valor. O caso foi revelado pelo chacreiro Valmir Carvalho, 56 anos, que levou a égua Natascha de seu patrão. Em razão de compromissos pessoais, ele não pode ir ao mutirão e pediu que o funcionário levasse o equino.

Diogo levou a égua Tostada para fazer os procedimentos

Já o agricultor Marcelo Kirsten, 31 anos, aproveitou o baixo valor dos exames para realizá-los novamente antes mesmo de o prazo dos que ele já possuía do cavalo Trovão expirarem. Tendo no equino um companheiro de lazer, Marcelo costuma participar de cavalgadas com o animal, por isso já possuía os exames exigidos. Vale lembrar que eventos como cavalgadas e rodeios exigem a apresentação dos exames para que os animais possam participar.

Deixe seu comentário