O acidente ocorreu próximo à casa onde Enio morava, na localidade de Água Fria

MAIS uma perda na família PILGER. Em 2010 Edson Roberto foi morto em casa, agora o pai faleceu.

O mecânico Enio Loivo Pilger, de 66 anos, faleceu na madrugada desse sábado, 27, após ser atingido por sua caminhonete Chevrolet D20. O acidente aconteceu perto de sua residência na localidade de Água Fria, interior de Brochier. Ele era proprietário de uma oficina de tratores em Brochier. Há alguns anos, também morou em Montenegro, onde se tornou bastante conhecido. Enio deixa a esposa, do segundo matrimônio, e duas filhas.

Segundo a Brigada Militar, Enio teria parado o veículo na beira da estrada, e ao descer, não puxou o freio de mão de maneira completa. Ao perceber que o carro havia começado a andar, tentou correr para parar o automóvel e acabou sendo atingido. Ele ficou preso entre a porta do motorista e uma pilha de lenha.

A Polícia Civil investigará as circunstâncias do acidente e se o motorista havia ingerido bebida alcoólica antes de dirigir.

Carla Simone Pilger, 44, ficou sabendo da morte do pai através de um telefonema. Um de seus primos teve a difícil missão de lher dar a notícia.
Nos últimos anos, Carla foi obrigada a lidar com a dor da perda de familiares. Há nove anos, ela perdeu o irmão, Edson Roberto Pilger de 31 anos, também filho de Enio, que foi assassinado dentro da própria casa, às margens da RCS-287, em Montenegro. Carla ainda sofreu a morte de sua mãe, e agora enfrenta mais um difícil momento por conta do falecimento do pai.

Emocionada, Carla não conseguiu concluir sua entrevista. Mas antes de encerrar a conversa relatou que possuía uma boa relação com Enio.

Deixe seu comentário